Voxel

Acer apresenta Thronos e fala com o Voxel sobre a indústria nacional

Último Vídeo

No estande da Acer na BGS 2019 os visitantes tiveram a oportunidade de testar muitos produtos da marca, incluindo notebooks premium e a experiência Acer Predator Thronos, um setup de imersão com cadeira e um conjunto de monitores.

AcerPredator Thronos

Anderson Kanno, diretor sênior da Acer no Brasil, reforça a importância do evento para a marca “A BGS é uma oportunidade de mostrar o portfólio completo da empresa, é difícil uma loja ter toda a variedade que a Acer possui”

Experiência Acer Predator Thronos

O nome pode enganar, mas Thronos não é apenas uma cadeira gamer: é uma estação de jogo completa, como pudemos testar. O jeito de jogar ainda é o mesmo – teclado e mouse – mas com três monitores e muito mais conforto.

Acer

Outro destaque fica para o jeito ficção científica da coisa, já que o braço que segura os monitores e a mesa do teclado e mouse se movem automaticamente para facilitar a entrada/saída da estação de jogo. Segundo a assessoria da marca, Predator Thronos ainda não está à venda. 

Notebooks diferentões

O estande da Acer tinha mais de 50 estações de jogos, mas o que chamava mesmo a atenção eram dois modelos: Predator Helios 700 e Predator Triton 900. Ambos contam com placas de vídeo RTX 2080 e processador de nona geração, mas se diferenciam na usabilidade. 

AcerPredator Triton 900

O Helios tem a tecnologia Hyperdrift, que permite deslizar o teclado e a área do touchpad, abrindo espaço para circulação de ar durante a jogatina. Já o Triton tem uma tela 4k móvel, que permite ao usuário regular o ângulo ou até mesmo transformar o notebook em um tablet, fazendo uso da tela de toque, além de poder usá-lo como um notebook tradicional. 

AcerPredator Helios e a tecnologia Hyperdrift

Acer e a presença no Brasil

Na conversa com Kanno, o Voxel teve a oportunidade de entender como é a atuação da Acer no Brasil e como os impostos impactam na produção. Kanno explica o Brasil é um dos poucos países do mundo onde a Acer tem a estrutura de fabricação local – na maioria dos países a fabricação é feita na China. 

“A opção da fabricação local foi pela legislação tributária, que incentiva a fabricação local. Devido a carga de imposto, fica um produto com carga tributária menor e custo melhor. Mas, apesar disso, requer um investimento.” 

AcerNotebook com processador Intel de 10a. geração

Por conta desse investimento, Kanno explica que sempre é feita uma análise de demanda de produto “nosso objetivo é sempre trazer as últimas tecnologias, como o processador de décima geração, o mais rápido possível”, completa. “A gente entende que o consumidor brasileiro é um consumidor exigente e quer um produto de alta qualidade em um preço acessível, então esse é o maior desafio”

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários