O que acha de um Far Cry com vampiros? Ou dinossauros? A Ubisoft quer saber

O que acha de um Far Cry com vampiros? Ou dinossauros? A Ubisoft quer saber

Último Vídeo

Far Cry 4 foi o título que salvou a Ubisoft no ano passado, ao menos no rol dos ditos triple-A (pois games como Child of Light e Valiant Hearts foram gratas surpresas da desenvolvedora). O shooter precisa manter seu respaldo e não descambar como Assassin’s Creed – que também tem potencial e só precisa recuperá-lo. Talvez por isso a Ubisoft tenha adotado uma abordagem ousada ao pesquisar os jogadores sobre o que eles querem ver na franquia no futuro.

O questionário, obtido pelo Eurogamer, inclui opções que colocam a ambientação na Guerra do Vietnã, um mundo pós-apocalíptico ao estilo Mad Max, um cenário gótico com vampiros, um local paradisíaco com dinossauros, uma atmosfera soturna com zumbis e até mesmo um eventual Blood Dragon 2.

A lista completa que você confere na imagem acima é a seguinte:

  • Um jogo Far Cry nas áreas remotas do Alasca sobre sobrevivência;
  • Um jogo Far Cry futurista, sci-fi, ambientado em outro planeta;
  • Um jogo Far Cry ambientado na Guerra do Vietnã durante a década de 1960;
  • Um jogo Far Cry nas florestas de tráfico de cocaína de Peru;
  • Um jogo Far Cry em que você pode lutar contra ou se juntar a vampiros;
  • Um jogo Far Cry ambientado no Velho Oeste, no século XIX das Américas;
  • Um jogo Far Cry ambientado num apocalipse zumbi;
  • Blood Dragon 2, sequência direta de Blood Dragon;
  • Um jogo Far Cry com ambiente pós-apocalíptico ao estilo Mad Max;
  • Um jogo Far Cry nos tempos atuais, mas numa ilha com dinossauros, estilo “Jurassic Park” (série cinematográfica);
  • Um jogo Far Cry baseado no mundo de Shangri-La de Far Cry 4 (seria um retorno, portanto).

Conte-nos em quais opções você votaria!

Eu, particularmente, acharia interessante um Far Cry ambientado no Velho Oeste. A ideia dos vampiros é malucona, mas também me agrada. Seria um brainstorming curioso.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.