Voxel

Ações antipirataria se intensificaram em 2012, inclusive no Brasil

Último Vídeo

Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia

A Entertainment Software Association (ESA) divulgou um relatório e que mostra todas as ações contra pirataria promovidas por ela no ano de 2012. O relatório indica que a ESA enviou cerca de 3,4 milhões de avisos de desligamento para veículos que promoviam a violação de direitos autorais ao longo do ano.

A ESA também afirma que ajudou o Google a remover mais de 99.500 links contendo arquivos ilegais de jogos, e que os esforços antipirataria da organização também ajudaram a possibilitar uma redução de 10% no índice. De acordo com o relatório, cerca de 5,4 milhões de arquivos foram removidos, sendo que, cerca de 55% deles, foram removidos em menos de um dia.

Os maiores esforços antipirataria da ESA se estendem ao Canadá, México, Brasil, Cingapura, Hong Kong e Coreia do Sul. Em 2011, pelo menos cinco grandes ações da justiça foram realizadas nos Estados Unidos para casos que envolvem mais de 750 jogos piratas de Wii e Xbox 360 e mais de 100 jogos piratas para computador.

Pirataria no Brasil

De acordo com a ESA, o Brasil ainda é um dos mercados mais problemáticos no que se refere à pirataria. Um exemplo disso são as lojas e vendedores ambulantes que comercializam mídias físicas piratas livremente no país. A organização afirma que isso já está diminuindo, em parte, graças à sua parceria com a Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES).

O relatório mostra que as ações antipirataria da polícia brasileira, apoiada pela ABES, apreenderam quase 300 mil discos de jogos piratas comercializados — principalmente por camelôs — no Rio de Janeiro em 2012.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.