Voxel

Activision: games e filmes explorando a atualidade são vistos de forma diferente

Último Vídeo

O presidente da Activision, Eric Hirshberg, se pronunciou sobre as recentes polêmicas envolvendo cenas de terrorismo em Call of Duty: Modern Warfare 3. Para ele, tanto filmes como games são “cultura popular de ficção”, mas, são vistos de forma diferente devido à maneira como o público interage com eles.

Para o executivo, jogos como Modern Warfare 3 não são mais explícitos do que filmes como “Guerra ao Terror” ou “Voo United 93”, mas são sempre envolvidos em polêmica devido à maneira como são enxergados pelo público. “Enquanto [longas] são ‘interpretações artísticas de eventos atuais’, jogos são vistos como ‘exploração [destas mesmas situações].’”

Hirshberg afirma que a Infinity Ward não inclui cenas fortes na série Modern Warfare apenas para causar polêmica, e sim, para contar uma história. Ao contrário de filmes, porém, que podem ser mais literários, games têm a ação como peça fundamental, mas sem deixar de lado a estrutura narrativa e as histórias de “heroísmo e bravura”.

É justamente esse tipo de visão “explorativa” que motiva uma moção movida por Keith Vaz, membro do Parlamento Britânico. Ele pede o banimento de Call of Duty: Modern Warfare 3 devido a cenas de violência explícita e muita similaridade com atentados terroristas recentes.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.