“Adoraríamos trabalhar em um jogo como Skyrim”, diz chefe da Obsidian
16
Compartilhamentos

“Adoraríamos trabalhar em um jogo como Skyrim”, diz chefe da Obsidian

Último Vídeo

Em entrevista ao portal CVG, Feargus Urquhart, chefe-executivo da Obsidian Entertainment (um dos estúdios responsáveis pelo desenvolvimento de South Park: The Stick of Truth), disse que mudanças significativas no mercado de jogos mundial têm ocorrido nos últimos anos. Neste cenário, ganha especial destaque o ramo das produções independentes.

A busca por financiamento e trocas de experiências junto a grandes companhias é prática comum adotada hoje por estúdios indie; as desenvolvedoras de renome têm, inclusive, se mostrado abertas ao diálogo junto aos produtores independentes. Há, porém, um desafio a ser enfrentado: “agora, mais do que nunca, poucos grandes jogos estão sendo desenvolvidos por estúdios independentes. E este é um dos entraves a ser enfrentados”, observou Urquhart.

Parcerias junto a grandes nomes

Justamente por causa da efervescência de títulos AAA produzidos por grandes estúdios, o desenvolvimento de jogos por produtoras indie tem sido feito por meio de “saídas apertadas”. “Eu adoraria dizer que poderíamos arrecadar US$ 15, US$ 20, US$ 30 milhões junto ao Kickstarter para que pudéssemos criar nosso próprio AAA. Mas a realidade é que isto é um ‘apenas um sonho’. Quando se trata da produção de grandes RPGs, trabalharmos junto a grandes publicadoras faz sentido”, explicou o executivo.

Os motivos que justificam a busca por incentivo por parte das pequenas produtoras são óbvios: além da necessidade de financiamento, as desenvolvedoras indie precisam buscar formas de atingir a “realidade dos grandes consoles” – o que exige, de fato, o apoio de desenvolvedoras já consolidadas.

Skyrim e Star Wars

“Não vou citar nomes, mas eu adoraria fazer um jogo como Skyrim para os novos consoles. Não estou dizendo que temos conversado com a Bethesda sobre a produção de um jogo como Skyrim ou algo do tipo. Apenas digo que [o contato com produtoras] é algo que temos feito. Temos muita experiência nisto e adoraríamos fazer [um jogo assim]. Se conseguíssemos convencê-los da ideia, desenvolver algo do tipo seria nossa escolha”, comentou Urquhart.

O chefe da Obsidian Entertainment confessou que não negaria produzir um game de Star Wars. “Sou da geração Star Wars, então, se alguém me desse a oportunidade de fazer um jogo da série, eu o faria”, confessou o executivo. A Obsidian Entertainment trabalha atualmente em Pillars of Eternity (iniciativa que, junto ao Kickstarter, arrecadou mais de US$ 4 milhões).

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.