AMD e NVIDIA voltam a trocar farpas após o fim do programa GPP
01
Compartilhamento

AMD e NVIDIA voltam a trocar farpas após o fim do programa GPP

Último Vídeo

Após diversas críticas, tanto de consumidores quanto da AMD, a NVIDIA anunciou no último final de semana o fim do sistema “GeForce Partner Program” (GPP). A iniciativa estava sendo taxada de anticompetitiva, já que oferecia publicidade extra, acesso antecipado a produtos e mais suporte às fabricantes que decidissem usar somente produtos da companhia em certas linhas de placas de vídeo.

Apesar de a AMD não fazer críticas diretas à NVIDIA, ela divulgou em seu blog uma publicação em que se mostrava a favor de “padrões abertos” e que considerava que “a liberdade de escolha nos jogos de PC não é um privilégio. É um direito”. O temor era que a GPP poderia ser usada pela NVIDIA como forma de “chantagear” fabricantes em um momento no qual há falta de hardwares nas lojas.

NVIDIA

A lógica era simples: quem decidisse não fazer parte do GPP (e não promovesse os produtos da NVIDIA) poderia ficar com estoques restritos de componentes ou demorar mais a receber novidades. Obviamente, nada disso estava em contrato, mas muitos acreditavam que isso estava subtendido na maneira como a empresa decidiu trabalhar com o sistema.

Entre as empresas que já estavam trabalhando com o GPP estava a ASUS, que tornou sua famosa linha Republic of Gamers exclusiva às placas da NVIDIA. As GPUs da AMD continuariam sendo vendidas sob o novo selo “Arez”, que ainda não dispõem da mesma popularidade ou apelo público que o selo “ROG”.

Um artigo publicado pelo site HardOCP (que aparentemente sofreu influências da AMD) criticou bastante a iniciativa GPP, afirmando que ela traria mais fragmentação ao mercado. Apesar de a AMD negar que tenha pedido que o artigo fosse escrito, um de seus executivos, Scott Herkelman, elogiou as críticas e afirmou que ele se tratava “do resultado que os fãs da Radeon e jogadores de PC merecem”.

Atualmente controlando mais de 70% do mercado de GPUs dedicadas, a NVIDIA já teve outros embates com a AMD por conta de iniciativas semelhantes ao GPP. Em 2014, a AMD afirmou ter sido bastante prejudicada pelo programa Gameworks, que fez com que Watch_Dogs rodasse consideravelmente pior em seus produtos — algo que a empresa rival negou ser seu objetivo.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.

Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Participe agora deixando seu comentário Acesse sua conta
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários