Voxel

Analista diz que Nintendo pode não se recuperar de um fracasso do Wii U

Último Vídeo

(Fonte da imagem: Divulgação/Nintendo)
De acordo com o analista financeiro Michael Pachter, da Wedbush Securities, a Nintendo está em grandes apuros com as vendas baixas do Wii U. Em uma entrevista recente para o site Games Beat, Pachter foi direto ao ponto e disse que, na sua opinião, a casa do Mario errou com o novo console, um erro do que qual ela pode não se recuperar.

Pachter baseia seu comentário nos números recentes da Nintendo, que apontam o fracasso de vendas do Wii U. No mês de janeiro, o console teve menos de 100 mil unidades comercializadas, enquanto o Xbox 360, com muito mais tempo no mercado, vendeu cerca de 280 mil aparelhos.

O analista comenta que o erro do Wii U é não ser tão diferente quantos os outros dois consoles concorrentes e não oferecer uma jogabilidade única como tinha o Wii. Pachter acha que a Nintendo fez um erro custoso e que não se preparou para a canibalização frente os recursos de smartphones e tablets.

A importância de vender hardware

Após as declarações ao site Games Beat, Pachter explicou seus comentários no fórum NeoGaf, em que detalhou sua visão do mercado de consoles. Para o analista, a Nintendo ainda é uma empresa que fatura alto mas que depende muito dos royalties pelo direito dos desenvolvedores lançarem jogos nos seus consoles.

(Fonte da imagem: Divulgação/Nintendo)

A venda baixa do Wii U coloca a Nintendo em uma situação delicada, já que menos consoles vendidos levam ao menor comércio de games. E o que acontece é que empresas desenvolvedoras podem deixar de lançar seus jogos para esta plataforma, como é o caso de Grand Theft Auto 5, que não chegará ao sistema Nintendo.

Com essa análise em vista, Pachter acredita que a Nintendo precisa reverter a situação de vendas de seu novo console e rápido. A saída para este cenário é aumentar a disponibilidade de títulos e explorar a jogabilidade do sistema – e não tentar concorrer diretamente com consoles da Sony e da Microsoft.

Fonte: GamesBeat, VG24/7, Destructoid, Gamasutra, NeoGaf.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.