Apesar dos contratempos, Sony vende 6,4 milhões de PS4 e fecha no azul

Apesar dos contratempos, Sony vende 6,4 milhões de PS4 e fecha no azul

Último Vídeo

A Sony – a empresa toda, e não apenas a divisão de jogos – teve alguns contratempos no final do ano, devido aos ataques hackers ao seu setor de filmes. Contudo, as vendas não foram afetadas e a parte da empresa responsável pelos games quase alcançou o lucro previsto.

Agora, boas notícias: a companhia fechou o terceiro trimestre fiscal – que vai de setembro a dezembro – no azul, com 6,4 milhões de PlayStation 4 e 1,1 milhão de PlayStation 3 vendidos. Além dos consoles, os softwares renderam 147 bilhões de ienes (cerca de R$ 3,4 bilhões) e quase 1,5 milhão de portáteis foram comprados.

Boas vendas, mas com lucro abaixo do esperado

As vendas foram excepcionais e a Sony não vê problemas nelas, mas alguns fatores proporcionaram uma queda significativa no lucro previsto. Um dos responsáveis por abalar o capital da empresa foi o custo do PS4, que é baseado na cotação do dólar, causando um impacto negativo em toda a produção dos video games.

Outro “problema” que a companhia não tinha previsto foi a adição do serviço Spotify aos consoles da empresa, que, apesar de ser uma ótima notícia aos gamers, é um custo extra para a Sony. E, por último, a venda da divisão da Sony Online Entertainment gerou despesas extras e desnecessárias, impactando negativamente a previsão dos lucros.

Este relatório tem o propósito de revelar a atual situação da companhia para atrair os investidores. Kenichiro Yoshida, chefe financeiro da Sony, disse que o valor de 20 bilhões de ienes (cerca de R$ 465 milhões) gastos em 2014 com o setor de jogos foi algo único e não deve acontecer de novo no próximo ano fiscal. O diretor alega também estar muito otimista com o aumento das vendas e usuários cadastrados na PlayStation Plus da PSN.

Os planos para o momento mudaram de “fase de reestruturação final” para “redução contínua de gastos”. De certa forma, Yoshida está dizendo que os principais gastos já aconteceram e o foco da Sony agora é evitar despesas desnecessárias para garantir o lucro previsto para o próximo ano fiscal, proporcionando um grande crescimento para a empresa.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.