Voxel

Após demissão de funcionários, Gas Powered Games ameaça fechar caso projeto não Kickstarter não tenha sucesso

Último Vídeo


O Kickstarter já se mostrou como uma excelente ferramenta para os pequenos estúdios viabilizarem seus projetos. Com uma ótima ideia na cabeça e nenhum dinheiro no bolso, as empresas têm apostado cada vez mais nesse formato para financiar seus games e conquistar seu público. Contudo, ao contrário do que muita gente pensa, isso não é sinônimo de sucesso.

É o que a Gas Powered Games descobriu da pior maneira possível. Após ter pedido a colaboração dos usuários para arrecadar US$ 1,1 milhão para produzir o jogo Wildman, sua proposta não conseguiu chamar a atenção esperada, arrecadando apenas US$ 211 mil nos últimos cinco dias. E apesar de não ser um desempenho tão ruim assim — levando em consideração que a capitação de recursos encerra somente no dia 15 de fevereiro —, a pouca quantia reunida desanimou alguns funcionários e colocou o projeto diante de uma crise.

Como relatado pelo site Kotaku, a desenvolvedora já começou a realizar algumas demissões, levantando rumores de falência e reestruturação total da equipe. E para esclarecer a questão, o presidente do estúdio, Chris Taylor, negou os boatos de fechamento e que, apesar de muitos empregados terem realmente sido afastados, a produção de Wildman não será prejudicada por enquanto.


Ao que parece, o pouco apoio dado no Kickstarter obrigou a Gas Powered e diminuir sua equipe para economizar fundos e evitar grandes gastos, conforme explicou ao Gamasutra. Ao Joystiq, Taylor contou que cerca de 40 funcionários foram demitidos por esta razão e que a decisão não foi tão repentina quanto parece. Além disso, ele garantiu que todos os afetados receberão os devidos pagamentos conforme manda a lei.

Por fim, ele publicou um novo vídeo na página serviço de financiamento coletivo para explicar a situação e afirmou que, se o desenvolvimento de Wildman falhar, o estúdio será obrigado a fechar. Ele ainda pede um retorno dos jogadores para saber se vale a pena dar continuidade ao projeto ou abandoná-la de vez.

Fonte: Gamasutra, Joystiq, Kotaku

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.