Voxel

Aquecimento TCG: coisas que você precisa saber antes de jogar Bloodborne

Último Vídeo

Da From Software e com direção de Hidetaka Miyazaki, surge Bloodborne, um novo game feito pelos criadores de Demon's Souls e Dark Souls. Apesar de se passar em uma época diferente e trazer outra mitologia, o jogo lembra seus "antecessores espirituais" por suas mecânicas e pelo sistema de tentativa e erro.

Bloodborne não é um jogo fácil, mas promete recompensar aqueles que se dedicarem. Porém, também vai punir quem estiver distraído ou pouco afiado. Por isso,  preparamos para você 11 coisas que você precisa saber antes de jogar Bloodborne. 

1. Peregrinações, infecções e um pesadelo real

A história do jogo acontece na antiga cidade de Yharnam, conhecida por um remédio que supostamente cura qualquer doença. Ao longo dos anos, muitos viajantes foram até o local para encontrar essa cura. O Caçador, protagonista do game, é uma dessas pessoas.

Porém, ao chegar lá, ele descobre que uma praga terrível se alastrou pelas ruas e seus moradores se transformaram em bestas assassinas. Resta ao viajante tomar suas armas e tentar sobreviver às hordas monstruosas durante sua estadia.

2. Uma continuação de Demon’s Souls?

Ao final de Demon’s Souls, o demônio Old One é derrotado e com ele todos os feitiços e milagres do reino de Boletaria deixam de existir. Foi confirmado que em Bloodborne não haverá poderes mágicos, mas apenas tecnologia.

Outro elemento de conexão é o uso da expressão religiosa “Umbasa” existente em Demon’s Souls. A mesma palavra foi ouvida durante um dos vídeos de gameplay de Bloodborne. Apenas coincidência?

3. Show de horrores

Em uma interessante mistura de terror japonês com ambientação gótica, Bloodborne traz uma versão macabra da Era Vitoriana cheia de sangue, pragas, insanidade e monstros perturbadores.

Seu criador, Hidetaka Miyazaki, prefere classificar o gênero do jogo como “fantasia sombria”, mas um game que tem como slogan “cace seus pesadelos” parece ter pretensões bem definidas quando o assunto é provocar horror.

4. A melhor defesa é o ataque

Os tradicionais escudos da série Souls aqui são meio que deixados de lado e substituídos por arma de fogo. Enquanto nos games anteriores uma abordagem mais defensiva era requerida, em Bloodborne algumas mecânicas foram modificadas, de forma que uma postura ofensiva acaba oferecendo mais vantagens.

5. A Donzela do Sino

O modo online da série Souls é conhecido por suas invocações cooperativas e invasões. Em Bloodborne, o jogador poderá invocar ajuda através do Beckoning Bell, porém... Um NPC chamado Bell Maiden acaba aparecendo como bônus e invocando inimigos no seu jogo. Ou seja, ao pedir por ajuda, você acaba também se tornando vulnerável a invasões.

6. Sistema Watchword

Bloodborne permitirá seções cooperativas com até três jogadores. Para que não haja usuários indesejados na partida, há a opção de configurar uma senha para que apenas os convidados do host entrem na party.

7. Masmorras procedurais

O chamado Chalice Dungeon é um modo à parte da campanha. Nele, masmorras, divididas em três tipos de labirinto, são reproduzidas de forma aleatória. São armadilhas, segredos e chefes gerados pelo sistema, no momento em que o gameplay se iniciaou seja, o mapa nunca será igual para dois jogadores.

8. Moeda de sangue

Se em Demon’s Souls e Dark Souls você usa almas, em Bloodborne o conceito é substituído por sangue. Com os Blood Echoes você pode comprar armas, equipamentos e subir de nível.

É importante dizer também que, diferentemente dos jogos anteriores, se você morrer, aquilo que você perdeu não fica no chão. É preciso procurar seu oponente, que estará com os olhos brilhando, e matá-lo para recuperar suas coisas.

9. Bandos errantes

Os inimigos que você encontra pelas ruas estão frequentemente caminhando em grupos. Tentar atrair a atenção de apenas um deles fará com que o grupo note sua presença e parta para o ataque.

Porém, esperar que eles passem pode ser arriscado, pois mais à frente eles podem se reunir com um grupo maior, aumentando o desafio quando chegar a hora do combate.

10. Metamorfose ambulante

Em Bloodborne, os chefes estão em constante mudança de forma. Eles podem se transformar e alternar sua aparência várias vezes durante a batalha.

11. O arsenal também se transforma

As chamadas “trick weapons” são armas que ficam na mão direita do Caçador e servem para ataques corpo a corpo. Todas elas são retráteis ou transformáveis, oferecendo golpes diferentes em cada modo de uso.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.