Voxel

Aspectos técnicos de BioShock Infinite são detalhados

Último Vídeo

Img_normal

Chris Kline, diretor técnico da Irrational Games, fez alguns comentários no fórum oficial da companhia sobre o desenvolvimento de BioShock Infinite, o novo game da série de FPS (tiroteios em perspectiva de primeira pessoa).

Os dados indicam que a desenvolvedora está usando uma versão modificada do motor gráfico conhecido como Unreal Engine 3. No fórum, foram apresentados detalhes minuciosos sobre como a empresa efetuou mudanças na tecnologia e sobre os efeitos dessas alterações no game.

Segundo os relatos, os programadores estão fazendo o máximo para dar vida à ambientação do jogo. Sendo assim, confira as palavras virtuais de Kline:

“Nós estamos falando de um mundo no qual construções inteiras estão se movendo pelo céu, você está lutando contra personagens controlados pela inteligência artificial a 90 MPH em Sky-Lines enquanto balança bem acima da terra, e você atravessa um clima brutal para salvar Elizabeth enquanto batalha contra hordas de inimigos determinados a pará-lo a qualquer custo.”

“Logo de início, nós percebemos que isso seria uma tarefa monumental no lado tecnológico, mas decidimos que seria um desafio o qual nós simplesmente deveríamos encarar para entregar aos gamers o tipo de experiência de qualidade que eles esperam por parte da Irrational Games e da franquia BioShock.”

“Em Columbia, tudo é capaz de se mexer. O próprio chão por baixo dos pés do jogador pode cair do céu a qualquer momento, o que permite visuais e uma jogabilidade incríveis, mas exigiu que nós criássemos uma tecnologia inteiramente nova, que chamamos de ‘Floating Worlds’. Vocês viram um pouco disso nos vídeos de jogabilidade e verão muito mais no futuro.”

“Para atingir as metas estéticas da nossa equipe de arte, nossos gurus da renderização tiveram que programar um renderizador completamente novo para BioShock Infinite, baseado em um tipo de iluminação. Mais importante que isso foi o desenvolvimento de um esquema proprietário de reiluminação dinâmica per-pixel que permite aos personagens e objetos dinâmicos o recebimento de iluminação global.”

Há muito mais relatos, sendo que Kline fala sobre o sistema de inteligência artificial, a tecnologia de som WWise e outros aspectos técnicos. Clique aqui para conferir, na íntegra, as palavras do desenvolvedor de BioShock Infinite, game previsto para aparecer somente em 2012 nas plataformas PlayStation 3, Xbox 360 e PC.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.