Assassin’s Creed não deve mais usar números em seus títulos

Assassin’s Creed não deve mais usar números em seus títulos

Último Vídeo

Ao que parece, não haverá um Assassin’s Creed V e nem muito menos um Assassin’s Creed VI. Não, calma lá, nada foi cancelado — de fato, Assassin’s Creed Unity e Assassin’s Creed Rogue seguem a todo o vapor. Entretanto, a Ubisoft deve abandonar de vez os números (romanos ou arábicos) nos títulos conferidos aos games da franquia, de forma geral.

Segundo Arnaud Jamin, um dos desenvolvedores de AC: Unity, Assassin’s Creed IV: Black Flag foi mesmo o último game a incluir um numeral no nome — prova disso é o fato de que nem Unity e nem Rogue têm números associados. Novos tempos, portanto.

“Por quê?”, você pode ter disparado aí. Bem, há pelo menos uma resposta bastante razoável: diferentemente da Square Enix (Final Fantasy e tal), a Ubisoft parece achar que números podem afastar da franquia novas audiências em potencial — que acabariam com a impressão de ter pegado uma série em HQs já em uma edição avançada.

A célebre linhagem de assassinos de Ubisoft deve ganhar suas próximas edições no dia 11 de novembro, ocasião em que devem chegar às prateleiras Assassin’s Creed: Unity (PC, PlayStation 4 e Xbox One) e Assassin’s Creed: Rogue (PlayStation 3, Xbox 360 e, possivelmente, PC).

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.