Assassin`s Creed Origins é um ótimo retorno para a série
103
Compartilhamentos

Assassin`s Creed Origins é um ótimo retorno para a série

Último Vídeo

Durante a BGS 2017, a Ubisoft permite que os visitantes de seu estande testem a build mais recente de Assassin`s Creed Origins, que também esteve presente na Gamescom deste ano. Desta vez rodando no que parece ser o Xbox One S (na E3, o jogo foi exibido em unidades de teste do X), o game nos coloca em uma missão em que Bayek tem que ajudar a mulher que parece ser o amor de sua vida.

Bom, dizer que o jogo “nos coloca” nessa situação pode parecer um tanto forçado, especialmente diante do fato de que você pode simplesmente ignorar esse objetivo. E foi justamente o que eu fiz: em vez de correr direto para a história principal, decidi invadir uma área restrita do mapa para roubar os itens presentes por lá.

AC Origins

Isso me levou ao confronto direto com alguns guardas que, se não foram especialmente desafiadores, se mostraram mais resistentes do que os guardas das versões anteriores. Finalmente em pose dos tesouros desejados (e após achar uma arma mais fraca do que estava usando), parti para a missão principal.

Um universo que atrai pelo visual

O trecho que joguei não foi especialmente inspirador do ponto de vista mecânico (era preciso interagir com NPCs para descobrir o que causou a doença de um touro), mas ajudou a confirmar uma impressão anterior: mesmo em hardwares menos poderosos do que o X, Origins é um game muito bonito e que é bem-sucedido em criar um universo convincente.

Isso não é necessariamente uma novidade para a série, que sempre aproveitou os hardwares disponíveis no mercado para criar ambientes convincentes. No entanto, a opção pelo Egito traz um “gosto especial” para esse capítulo, e entendo muito bem quem desejar usar o modo “aula de história” criado pela desenvolvedora para simplesmente explorar esse cenário.

a opção pelo Egito traz um “gosto especial” para esse capítulo

Somada à área que explorei durante a E3 deste ano, a demonstração que a Ubisoft trouxe à BGS prova que não será surpresa alguma se esse for o maior Assassin`s Creed até agora. Áreas urbanas são cortadas por pequenos rios (nos quais você pode navegar usando jangadas), pirâmides e outros monumentos, criando um ambiente bastante rico (embora não necessariamente fiel à história).

AC Origins

Infelizmente, dessa vez o combate entrou em segundo plano, então não posso dizer se houve algum aprimoramento notável em relação ao que foi apresentado no passado. Da mesma forma, não pude explorar muito bem o sistema de evolução e as escolhas de equipamentos, mas saí da demo sentindo que eles oferecem uma profundidade interessante.

Pelo pouco que pude testar, conseguir sentir que, se Assassin`s Creed Origins falhar em todos os outros sentidos, ao menos ele será bem-sucedido em oferecer um universo que dá vontade de explorar. Felizmente, não vai demorar muito tempo até que os jogadores do PC, PlayStation 4 e Xbox One possam descobrir por conta própria se essa é a “volta aos bons tempos" que a série está precisando.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.