Voxel

Assassin’s Creed IV é muito mais que uma melhoria de seu antecessor, afirma Ubisoft

Último Vídeo

Img_normal
A escolha da temática pirata para o novo Assassin’s Creed IV: Black Flag não chegou a surpreender ninguém. Depois de as batalhas navais terem conquistado todo mundo no jogo anterior, era natural que a novidade iria evoluir para algo muito maior. No entanto, a Ubisoft quer deixar bem claro que as coisas não são tão simples assim.

Segundo o estúdio, o próximo capítulo da franquia não é uma simples “continuação do legado” de AC3, mas de todos os títulos passados, quase como uma soma de todos os acertos dos últimos anos. De acordo com o diretor-criativo do game, Jean Guesdon, a equipe de produção aprende a cada lançamento e procura aproveitar o melhor das edições passadas para melhorar a seguinte — e é exatamente isso o que acontece em Black Flag.

Img_normal
Para ele, isso faz com que seja natural que o sistema de navegação apresentado com Connor volte ainda mais encorpado e com novas possibilidades. Tanto que ele descreve as mecânicas navais de Assassin’s Creed 3 como algo não tão atrativo e que não foi corretamente introduzido, sugerindo que o novo jogo deve trazer um salto de qualidade considerável nesse aspecto.

Além disso, Guesdon ainda comenta sobre o reforço que a Ubisoft quer dar a algumas das principais características, como o stealth. Segundo ele, a escolha por um protagonista pirata surgiu exatamente para valorizar esse ponto, já que invadir locais sorrateiramente também faz parte da vida de um corsário. Tanto que a equipe de level design está criando ambientes que não só ajudem as infiltrações, mas também as encorajem.

Fonte: VG24/7

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.