Voxel
06
Compartilhamentos

Assassin’s Creed tem um final, mas ainda há bastante espaço para novos games

Último Vídeo

Img_normal

Com uma franquia que ganhou tantos títulos em um espaço relativamente curto de tempo, é de se imaginar que Assassin’s Creed é uma daquelas franquias que jamais terá um fim. Mas, segundo Ashraf Ismail, o diretor do game, em entrevista ao Eurogamer, isso não é verdade: “nós temos uma ideia de onde o final é, qual é o final.”, declarou.

Isso não quer dizer que a franquia esteja perto do fim. De acordo com ele, Assassin’s Creed deve seguir com lançamentos anuais – dependendo do que os fãs quiserem, a Ubisoft dará mais espaço para novos títulos se encaixarem dentro do arco principal da trama.

“Nós temos múltiplos times de desenvolvimento, e nós temos a equipe da marca que está no topo e é preenchida por escritores e designers que se preocupam com o arco geral da série. Então um arco geral, e cada iteração tem seu lugar dentro disso”. Além disso, a Ubisoft dá um espaço de dois anos para os títulos principais da franquia ganharam um acabamento extra.

As vantagens do desenvolvimento simultâneo

Ter várias equipes trabalhando em Assassin’s Creeds diferentes acabou se mostrando extremamente vantajoso para a série, segundo Ismail. Isso porque graças a esse fator, é possível inserir dicas e eventos que acabam sendo importantes apenas nos capítulos futuros da série. “Por exemplo, no AC4 nós temos Edward, que foi semeado em AC3. Mas há muito mais coisas no nosso game que está indicando outras possibilidades”, explicou ele.

Outra vantagem é que ideias boas, mas difíceis de implementar, podem simplesmente ser deixaras para títulos seguintes. É o caso da mecânica de abordar um navio adversário que surgiu em AC3, mas só conseguiu ser inserida com sucesso em AC4.

Já um modo multiplayer para barcos, se tornou um grande problema: “nós tivemos prótipos realmente legais, mas fazê-los funcionar e balancear os sistemas – o balanço do naval é complicado –, fazer isso em um multiplayer... nós simplesmente não pudemos nesta iteração”. Admitiu ele. Ao menos sabemos que teremos algo assim em um próximo título, com sorte.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.