Ataques do Lizard Squad vieram da Finlândia; outro suspeito foi interrogado

Ataques do Lizard Squad vieram da Finlândia; outro suspeito foi interrogado

Último Vídeo

A polícia do Reino Unido prendeu nesta semana um suspeito de fazer parte do Lizard Squad, grupo que se diz responsável pelos ataques contra a PSN e Xbox LIVE realizados no último feriado de Natal. E, desta vez, a origem dos atentados foi aparentemente rastreada: de acordo com a National Bureau of Investigation (NBI), as ações hacker foram cometidas na Finlândia.

As informações foram cedidas por Tero Muurman, inspetor-chefe da NBI, ao site Yle. Segundo o policial, “Ryan”, de 17 anos, chegou a ser interrogado pelas autoridades; a prisão do rapaz, contudo, não foi feita. Em seu depoimento, o garoto negou ter participado dos ataques aos serviços da Sony e Microsoft. Mais detalhes não foram até o momento divulgados.

Como as ações criminosas foram supostamente cometidas na Finlândia, as instituições locais têm direito a prosseguir livremente com suas investigações. Ainda conforme informa o portal Yle, a NBI está “operando em conjunto com o FBI”. Analistas especializados em análise de marcado afirmam que a indústria dos jogos perdeu milhões em função do atentado.

Vale lembrar que um suspeito finlandês foi cogitado pelo FBI há alguns dias (veja mais aqui). Não se sabe, porém, se o jovem interrogado pela NBI é o mesmo investigado pelo departamento norte-americano. Também nesta semana, um rapaz de 22 anos foi preso no Reino Unido suspeito de fazer parte do Lizard Squad (leia a matéria completa aqui). 

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.