Voxel

[ATUALIZADO] PSN: agora vai... Será?

Último Vídeo

Novos boatos afirmam que a PSN deve retornar em breve. Fontes fidedignas ligadas a um membro do fórum NeoGAF dizem que o serviço utilizado pelos desenvolvedores já está no ar e que o restabelecimento das atividades para todos os jogadores é iminente.

Enquanto isso, postagens no Twitter oficial da PlayStation holandesa, sugerem que a Sony está realizando testes da PSN com grupos especiais. Isso significa que a Sony só está se certificando de que tudo está em ordem antes de relançar o serviço.

ATUALIZAÇÃO: Aos poucos, os rumores vão se transformando em realidade. Um mensagem postada no Twitter pela divisão holandesa do PlayStation confirmou que a PSN já está em fases de testes no Japão, EUA e Europa. Isso indica que a rede já está em funcionamento, e que a Sony apenas quer se certificar de que tudo está correndo bem antes de relançá-la para o grande público.

A Sony também teria emitido uma carta aberta a todos os desenvolvedores de jogos. Assinado pelo vice-presidente de relações públicas, Rob Dyer, o texto afirma que a empresa se compromete a auxuliar todos os parceiros que se sentiram prejudicados com a queda do serviço e dar todas as informações requisitadas sobre as mudanças no padrão de segurança.

As afirmações vêm em resposta às declarações de diversas empresas, que vêm perdendo centenas de milhares de jogos com os problemas na rede dos consoles da Sony. A indisponibilidade do serviço impede a venda dos jogos já disponíveis e impossibilita que novos títulos sejam lançados.

Os donos de consoles também estão demonstrando sua insatisfação. De acordo com relatos de lojistas à revista americana EDGE, houve um aumento de 200% no número de PlayStation 3 sendo devolvidos nas lojas. Desse total, metade dos usuários pediram o dinheiro de volta, enquanto o restante entregou o aparelho como parte do pagamento de um Xbox 360. Ainda, segundo um varejista belga, os títulos Call of Duty: Modern Warfare 2 e Black Ops são os principais motores dessa troca.

Nadando contra a correnteza, porém, está a SEGA, que afirma não ter sido atingida de maneira alguma pelo crash na PlayStation Network. Em entrevista para o site Computer and Videogames, o vide-presidente de produção da SEGA West, Gary Dunn, afirmou que a empresa dará todo o suporte necessário à Sony para reestabelecer a PSN o mais rápido possível.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.