Atualmente bem-sucedida, Nintendo já teve greve de fome entre empregados
110
Compartilhamentos

Atualmente bem-sucedida, Nintendo já teve greve de fome entre empregados

Último Vídeo

Atualmente uma das empresas mais bem-sucedidas do mundo dos games, a Nintendo já teve diversos períodos difíceis em sua história — e não estamos falando dos relativos fracassos do Wii U ou do Virtual Boy. Segundo explica Brian Ashcraft, do Kotaku, na década de 1950 a situação da empresa ficou tão grave que alguns funcionários decidiram fazer uma greve de fome para mostrar sua insatisfação.

Em uma fotografia datada do dia 25 de maio de 1955 é possível ver funcionários sentados em uma barraca com a faixa que diz “Em uma greve de fome”, acompanhada por outra que os identifica como parte do sindicato de trabalhadores da empresa. Na época, a companhia japonesa ainda tinha como sua principal atividade a produção de cartas de jogos, e ainda ia demorar algumas décadas até ela entrar no segmento de eletrônicos.

Conforme explica o livro “The History of Nintendo: 1889-1980”, a década de 1950 foi marcada por diversas reformas feitas pelo presidente Hiroshi Yamauchi. Além de consolidar a empresa como uma corporação, ele moveu o processo de produção para uma localização central, o que resultou em demissões que não agradaram muito o sindicato de funcionários.

Além de discordarem das decisões, os funcionários da companhia não tinham muita fé em Yamauchi, que tinha somente 30 anos na época e chegou ao cargo por suas ligações familiares. O presidente da Nintendo não cedeu aos grevistas, decidindo manter sua posição tanto para provar que não havia chegado à posição sem méritos e para provar que os empregados não deveriam subestimá-lo.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.