Voxel

Awakened busca financiamento e categoriza Unreal como “melhor engine”

Último Vídeo

Fonte da imagem: Divulgação/Phosphor Games
Após um longo período de silêncio e diversas negativas de grandes distribuidoras, a desenvolvedora Phosphor Games se voltou ao público para tentar financiar Awakened. O game de mundo aberto é definido pela empresa como um simulador de super-heróis e precisa de US$ 500 mil, por meio do Kickstarter, para entrar em desenvolvimento.

E para os produtores, a escolha de motor gráfico para rodar o game foi óbvia. Segundo o fundador do estúdio, Chip Sineni, a Unreal Engine 4 é a melhor disponível no mercado atualmente e a única capaz de garantir uma “longa vida” para o título. O desejo da equipe é que, daqui a três anos, Awakened não tenha envelhecido e ficado datado.

O desenvolvimento foi iniciado na Unreal Engine 3, mas o port para a engine de nova geração foi fácil. E, de acordo com Sineni, está trazendo diversas possibilidades inéditas para o game, além de efeitos que não eram possíveis em sua edição original. Agora, basta que o público contribua para que o jogo siga seu caminho normal.

Caminho mais fácil

Após bater de cara em muitas portas, a Phosphor aprendeu que, para as desenvolvedora, o melhor é seguir seu próprio caminho. Isso, porém, tem como ponto negativo a dificuldade de atingir um mercado de massas, movido principalmente pelo marketing e pela certeza do público de que os grandes títulos sempre virão dos grandes nomes da indústria.

Para Sineni, porém, o balanço de poder no mercado de jogos está mudando rapidamente. Não que grandes companhias do ramo estejam prestes a desaparecer, mas o público está declaradamente mais ligado a ofertas alternativas e desenvolvedoras independentes. Para ele, a Mojang, de Minecraft, é o principal exemplo disso.

Fontes: Destructoid #1 #2, Polygon

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.