Voxel

Batman: Arkham Origins terá modo multiplayer — exceto no Wii U [vídeo]

Último Vídeo

Cansado de ver o Cavaleiro das Trevas atuando sozinho nas ruas de Gotham? Pois agora ele poderá contar com a ajuda de seu parceiro mirim no combate ao crime, já que a Warner Montreal acaba de confirmar que Batman: Arkham Origins terá um modo multiplayer que colocará a Dupla Dinâmica lado a lado para encarar uma guerra de gangues.

O modo se chamará Invisible Predator Online e está sendo desenvolvido pela Warner em parceria com Splash Damage — responsável por Brink — com uma proposta um tanto quanto interessante. A ideia do estúdio é colocar parte do conceito das Challange Rooms presentes em Arkham Asylum e City e levá-la para o ambiente online. A diferença é que, desta vez, a maioria dos jogadores controla os vilões.


Isso mesmo: a principal parte da experiência multiplayer do novo Batman é controlando um capanga da gangue do Coringa ou do Bane, que vão disputar território nas ruas de Gotham. Mas e os heróis? Eles fazem parte da outra parte do game, uma vez que a empresa se preocupou em criar uma experiência assimétrica.

Em resumo, o multiplayer de Arkham Origins funciona da seguinte maneira: são oito jogadores, sendo que três são capangas do Palhaço e o outro trio trabalha para o bandido mascarado. Nesses dois casos, o objetivo é o de acabar com o grupo rival e dominar o submundo do crime. Para impedir que isso aconteça, os dois jogadores restantes assumem o manto da Dupla Dinâmica e usam todas as habilidades furtivas e de intimidação na tentativa de fazer com que os líderes fujam para longe.


Parece um pouco confuso à primeira vista, mas a ideia pode dar certo. Em tese, é como um shooter qualquer, mas com a diferença de que há um louco vestido de morcego — acompanhado de um garoto de sunga — tentando prendê-lo. Isso faz com que você tenha de ficar atento não só àquilo que pode surgir à sua frente, mas também sobre sua cabeça. Por outro lado, seu bom desempenho como um criminoso pode fazer com que os grandes vilões entrem em cena.

Além disso, a Warner aponta que os heróis devem investir também em variedade para conseguir uma pontuação melhor. Por isso, é preciso investir em combos diferenciados ou em usos criativos para seus gadgets para conseguir melhores multiplicadores e, consequentemente, impressionar e afugentar os demais bandidos.

No entanto, o multiplayer estará disponível somente nas versões para PlayStation 3, Xbox 360 e PC de Batman: Arkham Origins. O Wii U permanecerá apenas com a camapanha single player.

Mas o Robin não estava de fora?

Se você, assim como eu, também estranhou o anúncio de que Batman: Arkham Origins terá um multiplayer e que, de quebra, o Robin será um personagem jogável, saiba que há uma explicação. Apesar de os produtores do jogo terem descartado a presença do Garoto Prodígio no jogo, a verdade é que ele só estará disponível no modo online. De acordo com a Warner, o personagem continua de fora da campanha principal.


Além disso, o estúdio revelou que se trata de um novo modelo do herói. Apesar de o visual visto em Arkham Origins estar disponível dentro do jogo, o game traz uma versão muito mais jovem e ágil. E levando em consideração que eles afirmam que se trata de um Tim Drake menos soturno do que visto anteriormente e mais próximo dos quadrinhos e das animações, podemos acreditar que o herói de Jovens Titãs foi usado como base.

[ATUALIZADO]

Em seu perfil no Twitter, o diretor criativo da Warner, Eric Holmes, afirmou que o Robin em questão não é o Tim Drake, mas o Dick Grayson. Com isso, a trama do jogo se encaixa na cronologia do herói, já que Dick foi o primeiro a vestir o uniforme do Garoto Prodígio.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.