Voxel

Bethesda fala sobre desenvolvimento em consoles e a compra de outras empresas

Último Vídeo

Img_normal

Apesar de notória pela criação de jogos com gráficos impressionantes que, muitas vezes, ultrapassam o limite de potencial dos consoles de mesa, a Bethesda afirma que não descarta o lançamento de seus títulos para o Wii U ou PlayStation Vita. De acordo com Pete Hines, vice-presidente da empresa, o foco da companhia é levar seus jogos ao maior público possível e se essas plataformas possibilitarem isso, não há motivo para não aproveitar a oportunidade.

O executivo, porém, se apressou em afirmar que não há nenhum projeto para os aparelhos nos planos da empresa, mas que isso pode mudar no futuro. Ele citou ainda games como The Elder Scrolls IV: Oblivion e Rage como potenciais para lançamento nas novas plataformas da Nintendo e Sony.

Já para o site AusGamers, o diretor de The Elder Scrolls V: Skyrim falou sobre o desenvolvimento do game, que normalmente é demonstrado no Xbox 360 em vez de em um computador, plataforma onde o game tem melhor representatividade. “Mostramos [dessa forma] por ser uma boa base para observação. Então, quando verem a versão PC, ela será melhor. Preferimos assim do que [correr o risco] de pensarem que a versão [console] é inferior.”

De acordo com ele, porém, essa tática não significa que a versão de Skyrim para os consoles será pior. “Trabalhamos a arte da mesma forma para todas as plataformas, elas apenas são renderizadas de forma diferente”, afirmou Howard. Para ele, o Xbox 360 é apenas uma maneira melhor de demonstrar o game, facilitando o controle e a visualização.

Crescimento por aquisições

Img_normalNa mesma entrevista, Pete Hines também falou sobre as recentes aquisições de estúdios menores, que agora fazem parte da Bethesda. Casas como a id Software, Arkane Studios e Tango Gameworks, por exemplo, agora fazem parte da criadora de The Elder Scrolls em uma manobra para ampliar a “capacidade de desenvolvimento interna” da empresa.

De acordo com Hines, a ideia é buscar pequenas empresas que compartilhem a filosofia de trabalho da gigante e agregá-las, de forma a trazer benefícios a todos. Ainda, a Bethesda deve continuar trabalhando lado a lado com desenvolvedoras pequenas, seja apenas em acordos de distribuição ou grandes fusões.

O primeiro fruto de todas essas parcerias já deve estar prestes a aparecer. A empresa registrou a patente de um game chamado Dishonored, bem como uma série de domínios de internet relacionados ao título. Por enquanto, porém, não há informações sobre o jogo.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.