Voxel

Beyond: Two Souls não terá Quick Time Events, mas um novo estilo de jogabilidade

Último Vídeo

Img_normalEllen Page, amor da minha vida

A grande quantidade de Quick Time Events em Heavy Rain dividiu opiniões, já que muita gente não gostou do fato ser um filme costurado com pequenos comandos em que o jogador tem pouco controle sobre o que está acontecendo. Porém, para quem teme que isso volte a acontecer em Beyond: Two Souls, a Quantic Dream garante que não.

Em entrevista ao site Polygon, o diretor David Cage explica que o novo título do estúdio será bem diferente de seu último projeto, seja em termos de temática, narrativa ou jogabilidade. Segundo ele, não haverá QTEs e que as pessoas poderão controlar tanto Jodie quanto o espírito Aiden nas cenas de ação, acabando com a sensação de restrição da saga do Origami Killer.

De acordo com Cage, a ideia é trazer para Beyond uma mecânica inédita que funciona de maneira semelhante ao QTE, mas da maneira que os jogadores esperam encarar um jogo, ou seja, oferecendo a liberdade para fazer aquilo que eles realmente querem em um game de ação.

O diretor conta que, por mais que o estilo de jogabilidade adotado em Heavy Rain tenha se encaixado dentro da proposta imaginada, ele limitou o potencial de quem segurava o controle e comandava os personagens e que foi com base exatamente nas críticas feitas e isso que ele e sua equipe pensaram em formas de trazer algo ainda melhor em Beyond.

Fonte: Polygon

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.