TCG jogou: Until Dawn traz promessa de bons sustos no PS4

TCG jogou: Until Dawn traz promessa de bons sustos no PS4

Último Vídeo

Se a febre do momento é ver vários jogos de terror dando as caras aqui e ali, as produtoras precisam se esforçar para não cair na mesmice. E, se você está de olho em Until Dawn, pode ficar tranquilo: ele vem com a promessa de oferecer uma experiência diferente de algumas coisas que já vimos por aí.

Durante a Brasil Game Show 2014, a equipe do BJ teve a oportunidade de conferir uma demonstração curta, porém capaz de dar uma ideia daquilo que estará na versão final do jogo, que segue sem data de lançamento definida e que contará com dublagem em português.

Cara, esse cavalinho...

Casa do Tinhoso

A demonstração que conferimos começou com a protagonista e mais um amigo investingando alguns cômodos de uma casa. Eles estão conversando sobre os eventos da noite passada (basta lembrar que um dos pontos importantes da aventura é a noite em que o grupo decide brincar com o joguinho macabro) quando um fantasma aparece na melhor das intenções indicando um caminho.

É aí que você começa a ter controle real sobre a cena. A primeira coisa que você vai perceber assim que estiver no comando é que a personagem apenas caminha (não adianta apertar algum botão esperando correr, pois isso não vai acontecer), e os personagens continuam interagindo enquanto a ação acontece.

A missão consistia em, basicamente, investigar uma casinha de bonecas, recuperar uma chave e abrir uma porta nos arredores. Porém, nem tudo foi tão tranquilo assim, já que nesse período fomos surpreendidos com alguns sustos. E fique sossegado, vamos deixar o texto livre de spoilers, mas um deles certamente vai fazê-lo pular da cadeira, sofá ou onde estiver sentado jogando. Ah, e não vimos nenhuma morte, ou sequer tomamos alguma decisão importante nesse processo.

Ajuda do DualShock 4

Muito do que você vê na tela só vai acontecer com o auxílio do DualShock 4. Lugares nos quais você precisa usar uma chave só abrirão se o controle for movido na direção certa, enquanto a superfície sensível ao toque vai servir para passar páginas enquanto estiver lendo um livro ou um caderno de anotações, por exemplo.

Além do DualShock 4, outra coisa que vale mencionar é a dublagem. Ela não está tão boa quanto a vista em The Last of Us, mas cumpre bem o seu papel. Há até algumas piadinhas que foram bem traduzidas, como a que é feita no momento em que o fantasma aparece pela primeira vez na demonstração (quando a protagonista diz “você não viu o fantasma? Olhando o celular? Claro, tava no Twitter, né? Aproveita e coloca uma mensagem com a hashtag vi um fantasma”).

Infelizmente, não conseguimos avançar muito, já que a demonstração durou cerca de cinco minutos. Porém, ficamos satisfeitos com o que vimos, e saímos com a impressão de que certamente podemos esperar um bom jogo vindo por aí para ampliar a biblioteca do PlayStation 4.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.