Voxel

Blizzard divulga o nível máximo para Diablo 3

Último Vídeo

Img_normal

A Blizzard divulgou recentemente qual será o limite para a evolução dos personagens em Diablo 3: nível 60. Nada muito estimulante a princípio, é verdade. Mas há, é claro, uma boa explicação para a escolha; uma explicação que vai além do óbvio “estão parodiando World of Warcraft”, naturalmente.

Segundo um representante da Blizzard, Bashiok, a escolha do nível veio após um longo brainstorm “em relação aos conteúdos” e à experiência prevista para o jogo. “Acabou funcionando muito bem para nós”. Mas, caso você esteja pensando em personagens menos evoluídos do que se poderia conseguir com os 99 níveis de Diablo 2, é bom saber que o buraco é mais embaixo.

Img_normalSegundo Bashiok, o tempo gasto para galgar os níveis não será o mesmo de Diablo II. “Atingir o nível 60 em Diablo 2 não toma o mesmo tempo que atingir o nível 60 em Diablo 3”. Em outras palavras, “não imagine que haverá menos conteúdo ou personagens mais poderosos”, já que “não se trata de níveis uniformes”.

Em outras palavras, em Diablo 3 o céu continua sendo o limite, só que com menos intervalos. “Eu até diria que os nossos personagens parecem mais poderosos”, acrescenta Bashiok. “Então, em vez de deixar o jogo se arrastar através por 80 ou mais níveis sem muito sentido, tal como nós vimos em Diablo 2, nós temos 60 níveis; e a cada nível você terá um salto notável de poder”.

Além disso, o representante afirma que “a evolução dos personagens tem que parar em algum lugar”, já que o forte do jogo será a caçada aos itens. De mais a mais, a escolha, segundo o representante, ainda traz “toneladas de benefícios e corrige problemas causados por níveis muito elevados”. Alguém poderia imaginar uma expansão futura elevando o nível máximo para, digamos, 70? Não, é claro.

Diablo 3 não será mais complexo que o seu predecessor

Diablo 3 será mais “profundo” e “rico”; não mais complexo. Pelo menos foi isso que afirmou o designer chefe do jogo, Jay Wilson, em entrevista ao site CVG.com. Em relação ao projeto inicial do título, Wilson afirmou que existem certos mandamentos impostos pela franquia. “Nós temos sete pilares principais [para seguir]”, afirma o designer. “[Coisas como] jogabilidade cooperativa, foco na busca por itens e heróis realmente poderosos”.

O designer acrescenta: “Uma das ideias centrais é a de criar um jogo que realmente construa a partir das bases do jogo anterior, criando uma experiência mais profunda e rica. Nós queremos criar um sistema de combate mais profundo, uma variedade maior de itens, mas sem tornar o jogo mais complexo”.

Img_normalEm relação à história, Wilson afirma que os jogadores vão experimentar uma narrativa mais envolvente do que no título anterior. “A história é muito importante para nós, e nós focamos muito em melhorar os elementos da trama em Diablo 3. Existe muito mais envolvimento na história”. O designer também promete um universo de jogo vivo: “É a melhor forma de descrevê-lo”.

Naturalmente, nenhuma palavra sobre a data de lançamento. Trata-se da mesma resposta clássica: “quando estiver pronto”.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.