Blizzard montou um “time de ataque” para lidar com jogadores desagradáveis

Blizzard montou um “time de ataque” para lidar com jogadores desagradáveis

Último Vídeo

Uma das maiores preocupações da Blizzard em relação a Overwatch é manter uma comunidade saudável, algo que envolve ter que lidar diretamente com jogadores mal comportados ou que não colaboram nas partidas. A dedicação da empresa a essa questão é tanta que ela montou um “time de ataque” especializado nisso, segundo revelou o diretor do game, Jeff Kaplan.

“Não estamos aqui sentados com nossas cabeças na areia”, afirmou Kaplan à Kotaku. “Você tem suas preocupações, e elas agora são uma de nossas primeiras prioridades. Se isso significa que a coisa em que vamos nos focar tanto quanto em Moira e Blizzard World é a toxicidade, então vamos fazer isso”.

Overwatch

O “time de ataque” da desenvolvedora é formado por game designers, membros do time de suporte, pessoas que lidam com análises de dados e um grupo especial chamado “Risk”, que lidar com cheats e hacks. Segundo Kaplan, esse time está bolando soluções de curto, médio e longo prazo para melhorar a qualidade da comunidade de Overwatch — no entanto, o diretor não forneceu mais informações nesse sentido.

“Estamos tomando ações que vão menos para o lado do silêncio e mais para as suspensões”, afirmou Kaplan respondendo as críticas de que a Blizzard tem sido muito leve em suas punições. “Se alguém se comporta mal, simplesmente silenciá-lo pode convencê-lo a fazer algo como abandonar partidas e atrapalhar de outras maneiras. Se você continua adotando comportamentos ruins, vamos fazer com que você deixe o game permanentemente”.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.