Bloodborne: Alpha fechado está chegando e terá conteúdo de babar; confira

Bloodborne: Alpha fechado está chegando e terá conteúdo de babar; confira

Último Vídeo

Vindo da From Software, dificilmente restam dúvidas do caráter que Bloodborne terá. Graficamente, o jogo tem se mostrado embasbacante até aqui, mas os elogios se aplicam também ao sistema de física do game, o aspecto multiplayer e, é claro, o grau de dificuldade, que exige precisão e astúcia do jogador. Essa é uma marca registrada da From Software, e os novos detalhes que brotaram na rede deixam o brilho de ansiedade em nossos olhos ainda mais reluzente.

O modo online do título será mais completo do que muitos imaginam. Para quem não sabe, Bloodborne terá um Alpha. O manual dele já vazou e explica como os recursos inclusos na versão de teste funcionarão. Dê só uma olhada no conteúdo adiante – lembrando que a tradução foi feita a partir do manual japonês, ou seja, os nomes de alguns comandos podem mudar na versão ocidental:

  • Os jogadores poderão atordoar os inimigos com o timing correto das ações enquanto eles atacam;
  • A comunicação com outros jogadores é feita por meio de um menu gestual;
  • Quatro itens estarão disponíveis aos jogadores durante o Alpha: Bell of Dream Summoning, Small Bell of Resonating, Blank Ammunition of Farewell e Memoir;
  • Ao utilizar o Bell of Dream Summoning e o Small Bell of Resonating, é possível jogar cooperativamente em até três pessoas. Aquele que evocar os itens será o host, enquanto os outros dois serão os convidados;
  • Você indica que deseja fazer parte do co-op quando utiliza o Small Bell of Resonating a partir do seu inventário. Um efeito surgirá nos pés do personagem.

E quando o co-op termina?

A jogatina cooperativa é finalizada quando for cumprida qualquer uma das seguintes condições: o boss da área é derrotado, o host ou o convidado morre ou a conexão ao host é perdida. Após o término, cada jogador retorna ao seu próprio mundo.

E tem mais:

  • O host também pode utilizar o item Blank Ammunition of Farewell para enviar um convidado de volta ao seu mundo;
  • Você pode utilizar uma memória (tradução direta de “memoir”, termo do jogo) ao combinar palavras e frases e posicioná-las no chão. As mensagens aparecerão para outros jogadores lerem;
  • É possível checar o histórico das memórias deixadas por você a qualquer momento e também verificar aquelas que você leu;
  • Ao pressionar X, o jogador pode ler as memórias próximas a ele e avaliá-las como boas ou ruins pressionando a seta esquerda ou direita no D-pad;
  • Outros jogadores que estiverem no mesmo local que você podem aparecer como fantasmas.

E as configurações gerais do Alpha? Oferecerão o quê?

Basicamente, o menu de setup contará com todas as opções protocolares de outros jogos: eixo das câmeras vertical e horizontal, velocidade de rotação, travamento automático ou não nos inimigos, vibração do controle ativada ou desativada, exibição do HUD, volume da música e dos efeitos sonoros e ajuste do brilho.

Os comandos do controle no Alpha. Quais serão?

Os mesmos divulgados até agora:

  • Analógico esquerdo: movimento;
  • Analógico direito: câmera;
  • R2: ataque forte, arma da mão direita;
  • R1: ataque normal, arma da mão direita;
  • L1: transformação, arma da mão direita;
  • L2: ataque, arma da mão esquerda ou ataque especial com arma transformada;
  • Círculo: recuar;
  • Triângulo: item de cura;
  • Quadrado: usar item;
  • X: ação;
  • R3: travar mira quando um inimigo está por perto e resetar a câmera quando não há ninguém;
  • Seta para baixo no D-pad: seleção de item;
  • Seta direita no D-pad: seleção de arma da mão direita;
  • Seta esquerda no D-pad: seleção de arma da mão esquerda;
  • Options: abre o menu;
  • Lado esquerdo do touchpad: abre menu gestual;
  • Lado direito do touchpad: abre o inventário.

E tem mais nesse manual do Alpha: Bloodborne utiliza incríveis camadas de renderização gráfica e várias tecnologias terceirizadas

Além de utilizar parte do desenvolvimento subsidiado pela Sony, o game exclusivo do PS4 contará com uma série de recursos vindos de terceiros, incluindo ferramentas, middleware e outros elementos, dando a nós uma visão interessante dos planos da From Software e dos estúdios da Sony no Japão com Bloodborne.

Entre as tecnologias utilizadas, estão Havok, um dos padrões da indústria para o sistema de física; Yebis 2, middleware da Silicon Studios para profundidade de campo, câmera e efeitos de iluminação; sistema de som FMOD, um conjunto de ferramentas da Firelight utilizado em jogos como Tomb Raider, Diablo 3, Deus Ex: Human Revolution e outros. Confira o vídeo adiante:

Há também o Simplygon, um middleware para otimização 3D; Shaders X5 e X6, técnicas manuais de renderização avançada; Nulstein, engine da Intel voltada a games que executam multitarefas; biblioteca Loki, um conjunto de C++ com implementações de design; Mersenne Twister, o gerador de elementos mais utilizado na indústria; e o SHA-2, uma série de funções hash criptográficas da NSA utilizadas para propósitos de segurança.

Ok, eu quero! Mas esse Alpha estará disponível para todo o público, mais ou menos como Destiny?

Não. Infelizmente, alguns poucos sortudos terão o gostinho disso tudo que você conferiu acima, e já a partir de hoje. Será um Alpha completamente fechado. Um Beta também está nos planos da Sony e da From Software, mas não foram divulgados quaisquer detalhes adicionais.

Promissor é pouco. Bloodborne será lançado no dia 6 de fevereiro do ano que vem exclusivamente para PlayStation 4.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.