Bloodborne pode incorporar labirintos gerados de maneira aleatória

Bloodborne pode incorporar labirintos gerados de maneira aleatória

Último Vídeo

A Sony Computer Entertainment divulgou nesta quinta-feira (20) uma nova rodada de capturas de tela e artes conceituais relacionadas a Bloodborne, título exclusivo para o PlayStation 4. No entanto, mais interessante do que o material em si é a descrição de um cenário conhecido como “Underground Ruins”, que dá indícios de que o jogo pode incorporar labirintos gerados aleatoriamente em seu design.

“O subterrâneo de Yharnam, vastas ruínas com diversos níveis. Elas são terrivelmente antigas, talvez feitas por pessoas com propósitos próprios. Elas parecem ser um túmulo ou talvez somente um local em que algo descansa. E, dizem, essas ruínas mudam de aparência dependendo da pessoa que as vê”, afirma a descrição da From Software.

Segundo o produtor Masaaki Yamagiwa, isso está relacionado à introdução de um novo elemento ao jogo. Embora ele afirme que mais detalhes só devem ser revelados no futuro, tudo indica que teremos que lidar com áreas geradas de maneira procedural ou que possuem alguma espécie de aleatoriedade.

O que fica certo é que, independente da solução adotada pela From Software, essa característica deve ajudar a prolongar a experiência oferecida aos jogadores. Além disso, conhecendo os jogos anteriores da empresa, ao menos algum elemento deve resultar em discussões infindáveis entre os fãs mais aficionados.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.