Bloodborne não quer “punir os jogadores” e visa atingir um público maior

Bloodborne não quer “punir os jogadores” e visa atingir um público maior

Último Vídeo

Bloodborne é um dos grandes exclusivos dos próximos line-ups do PS4. O game, que vem das mãos da experiente equipe da From Software (responsável por Dark Souls), não quer ficar restrito a um nicho de jogadores e busca atingir um público maior. Para isso, a desenvolvedora “não está focando na punição”, explicou Masaaki Yamagiwa, produtor do game.

Bloodborne terá uma concepção parecida com a franquia Souls e, portanto, trará um grau de dificuldade considerável – mas não insano. Ao mesmo tempo, a equipe não quer desapontar os fãs que esperam por masoquismo. “É claro que não vamos trair ou desapontar nossos fãs. Eles são muito, muito importantes. Eles são os principais embaixadores do jogo. Mas queremos, sim, que outras pessoas usufruam dessa experiência”, admitiu.

Experiência online absolutamente nova

O caráter online de Bloodborne não foi detalhado por nada nem ninguém, mas o produtor adiantou que o modo terá “um novo conceito e uma nova experiência que vão capturar um público maior”.

“Você morria bastante nos jogos anteriores e tinha que perseverar, mas um dos nossos objetivos aqui é não focar em punir o jogador. Queremos entregar um game que os jogadores adorem. Quem gostar vai querer perseverar, mas, pela forma como estamos criando o projeto, o senso de punição é bem menor”, afirmou Yamagiwa, que alertou as visitantes da gamescom para não ficarem “desapontados” pelo fato de a demo estar muito fácil – a versão final trará níveis de dificuldade para todos.

Bloodborne será lançado em 2015 exclusivamente para PlayStation 4.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.