Voxel

Bohemia: desenvolvedores presos na Grécia voltam para casa [vídeo]

Último Vídeo

Parece estar próxima do fim uma polêmica internacional que vinha se desenrolando desde setembro. Na tarde de ontem, os desenvolvedores de ArmA III, Ivan Buchta e Martin Pezlar, finalmente voltaram para casa após passarem mais de quatro meses presos na Grécia sob acusações de espionagem.

A dupla ainda deverá ser julgada sobre o suposto crime, que está gerando tensões diplomáticas entre os governos da Grécia e da República Tcheca, onde fica localizada a desenvolvedora Bohemia Interactive. O próprio presidente do país, Vaclav Klaus, enviou carta para o líder grego Károlos Papúlias em novembro, exigindo atenção especial e agilidade na soltura dos acusados.

Se condenados, Buchta e Pezlar podem encarar até 20 anos de prisão. Os dois foram presos quando estavam fotografando bases militares na ilha de Lemnos enquanto realizavam pesquisas para ArmA III. Para o produtor executivo do game, Jan Kunt, a prisão é uma medida para desviar a atenção de parte da mídia devido à atual crise econômica da Grécia.

Fonte: Computer and Videogames

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.