É do Brasil: jogador inclui times do Amazonas em PES 2014

É do Brasil: jogador inclui times do Amazonas em PES 2014

Último Vídeo

Se você viveu a época do Super Nintendo (ou mesmo do PlayStation 2), deve se lembrar que a única forma de ver times de determinadas regiões do Brasil nos gramados virtuais era adquirindo a versão alternativa de algum jogo, como Campeonato Brasileiro e por aí vai. Porém, atualmente não é preciso recorrer a algo do gênero, e um exemplo disso é o que um jogador amazonense fez em PES. 

Jogador de Pro Evolution Soccer desde a época em que o game ainda se chamava Winning Eleven, Roger Morello decidiu investir um pouco do seu tempo para incluir os times do Amazonas em Pro Evolution Soccer 2014 – em especial o Nacional, seu time do coração. 

O arquivo criado por ele adiciona os times que participam do campeonato amazonense, com direito a uniformes e escalações oficiais. Porém, engana-se quem pensa que isso é uma modificação ou algo do gênero. 

Como designer gráfico, ele usou as opções de edição presentes em PES 2014 e suas habilidades de designer para recriar uniformes, escudos dos times e patrocinadores utilizando o Corel Draw. O passo seguinte foi transferir tudo para o disco rígido do PlayStation 3 e importar os arquivos para dentro do jogo, editando os times já existentes em seguida. 

“Qualquer pessoa poderia fazer isso também, desde que ela entenda do jogo e saiba usar programas de edição de imagens”, explicou Morello ao site Kotaku.

Semelhanças 

Além de tentar recriar com fidelidade os uniformes de cada um dos times, Morello teve uma atenção especial no que diz respeito ao visual dos jogadores. Suas características físicas e status também foram repassados de forma a seguir o que é visto nas contrapartes reais e aproximar ainda mais o jogo da realidade. 

Por falar em realidade, o designer também deu vida à Arena da Amazônia dentro do jogo para uma partida entre Nacional e Princesa do Solimões, recriando a final do Campeonato Amazonense 2014. Além das bandeiras dos times, o jogador também incluiu gritos das torcidas (obtidos no formato MP3) para deixar tudo mais natural. 

E engana-se quem pensa que ele pretende lucrar com isso. “Posso até passar um tutorial, ensinar outras pessoas a fazer os seus times também. Essa é a minha ideia daqui pra frente”, comentou Morello.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.