Voxel
28
Compartilhamentos

Brasileiro de Overwatch: 11ª rodada, Avonts sai do zero, e tabela congela

Último Vídeo

A 11ª rodada do Brasileirão de Overwatch veio para agitar ainda mais a disputa pela última vaga para a fase eliminatória. Com Brasil Gaming House, Keep Gaming e Uprising praticamente classificadas, apenas a colocação da WS e-sports é ameaçada. Com nove pontos ainda em disputa, 4 equipes ainda brigam para seguir adiante no campeonato.

Overwatch

Keep Gamings VS North Lions Black

Mapa 1 – Gibraltar

No ataque da NLB a equipe começa muito bem, “SNG” utilizando a Widowmaker consegue colocar muita pressão de longe na equipe da Keep, perdendo o primeiro ponto rapidamente. Gradativamente as coisas começam a se complicar para a equipe atacante. No segundo ponto, a Keep prioriza os pontos altos do mapa e seguram por muito tempo a NLB, mas mesmo com toda dificuldade os leões conseguem avançar. A partir deste ponto, o ataque não consegue mais colocar a carga em movimento. A Keep suprimi muito o adversário dentro da base, assegurando a defesa.

O ataque da Keep não foi muito mais tranqüilo que o do adversário. Conseguindo também um primeiro ponto muito rápido, eles rumam para o segundo, que igualmente na primeira rodada, foi um sufoco para o ataque conquistar. Diferente da equipe da Keep, a NLB não priorizou os pontos mais altos do mapa, e foi para o combate direto, tirando muito tempo do ataque assim. A Keep se organiza, e mesmo com muita pressão, luta melhor e consegue avançar mais com a carga que a NLB, assim, vencendo o primeiro mapa.   

Mapa 2 – Torre Lijiang

O equilíbrio entre as duas equipes se manteve nos mapas de controle. A luta em equipe da NLB melhorou muito, com mais organização deram muito trabalho para a Keep, que venceu o primeiro ponto com destaques individuais.  Já o segundo ponto foi marcado pela escolha de Junkrat. Pela equipe da NLB, o herói foi responsável por muitos abates e dominar o ponto até 99%, mas ele foi decisivo para a Keep, que numa última luta, conseguiu eliminar os leões e garantir a vitória.

Uprising VS Six

Mapa 1 – Hanamura

A Six começa atacando, e faz um belo avanço flanqueando a equipe da Up. O primeiro ponto era praticamente certo, mas mais uma vez, Junkrat é decisivo, dessa vez nas mãos de “Zugor”, que numa bela habilidade suprema, elimina grande parte da Six. Após isso, o ataque não consegue mais encaixar nenhum avanço, ficando fácil para a Up vencer a primeira rodada.

Precisando apenas pegar o primeiro para vencer o mapa, a Uprising faz um ataque devastador contra a Six, eliminando um a um e garantindo o mapa.

Mapa 2 – Dorado

Começando atacando, a Up não quis perder tempo, e montou a famosa composição “tanque de guerra” com Bastion, Orisa e Reinhardt, que funciona muito bem. A equipe da Six demora muito a se adaptar com a formação inimiga, cedendo os dois primeiros pontos muito rapidamente.  Mesmo após neutralizar essa formação, a Six continua a ter dificuldades, e acaba perdendo a primeira rodada.

A Six trabalha bem o ataque e toma o primeiro ponto com certa facilidade, mas utiliza muitos recursos para isso e acaba ficando sem fôlego para os próximos. O fato de estar com reservas parece ter pesado para a equipe, que não conseguia administrar bem seus recursos, ficando sempre atrás. A Up se defende bem, cede apenas um ponto e vence a partida.   

Dogma VS Avonts

Mapa 1 – Kings Row

A lanterna do campeonato veio para a partida para jogar pela honra. As várias mudanças na formação da Avonts pesaram na hora das lutas. A equipe não conseguiu coordenar um ataque bem sucedido, e a Dogma conseguiu uma proteção absoluta aos pontos. Precisando apenas de 60% no primeiro ponto para vencer. A Dogma enfrentou problemas em seus primeiros ataques, mas mesmo com isso, conseguiam subir a porcentagem necessária  para fechar o mapa e abrir um a zero na série.

Mapa 2 – Nepal

Mesmo com boas lutas, a Avonts não consegue manter o fôlego. No primeiro ponto, a equipe conseguiu a primeira conquista, mas logo após, a Dogma conseguiu a retomada. Nos pontos que se seguiram, a Dogma parece ter relaxado. Os jogadores caíram de rendimento e pareciam perdidos, a Avonts se aproveita disso, faz dois mapas muito emocionantes e consegue conquistar seu primeiro ponto no campeonato.

WS VS Brasil Gaming House

Mapa 1 – Kings Row

A BGH mostra o porquê de ser a equipe líder invicta do campeonato. Mesmo tendo um pouco de dificuldade no começo, a equipe conseguiu um ataque muito conciso. As habilidades supremas foram muito bem utilizadas, em especial a autodestruição do “Liko” com a sua D.Va, que eliminou 4 jogadores da WS, facilitando muito o avanço da carga e a vitória na primeira rodada.

A WS montou uma composição diferente para atacar, com muita defesa e pouca mobilidade, a equipe atacante era eliminada logo após sair da base. “Honorato” continuava a travar toda a equipe da WS com os surto de grávitons de sua Zarya. Com isso a vitória ficou tranqüila para a líder do campeonato neste primeiro mapa.

Mapa 2 – Nepal

O mapa Nepal foi muito mais complicado para a líder do campeonato. No primeiro ponto, a WS com muita personalidade conseguiu a primeira tomada, e manter por muito tempo.  Mesmo a BGS conseguindo a retomada, não foi o suficiente, e a WS conseguiu o primeiro ponto na série. Nepal parecia ser o mapa onde as underdogs iriam aprontar pra cima das favoritas, mas não foi o que aconteceu. A BGH volta para o segundo ponto muito concisa, e ganha sem dar chances para a WS, e empata a série. No ponto decisivo, a estratégia da BGH em avançar suas defesas funcionou muito bem, e a equipe vence mais uma.

Após a 11ª rodada, a tabela do campeonato Brasileiro de Overwatch se encontra da seguinte maneira:

Overwatch

A 12ª rodada do campeonato acontece na próxima quinta-feira (16) às 19h no canal da Promo Arena na Twitch.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.