Brasileiro realiza matança incrível em CS:GO durante a RGN Pro Series

Brasileiro realiza matança incrível em CS:GO durante a RGN Pro Series

Último Vídeo

Parece que foi ontem que eu falei o quão importante foi o projeto de eSports da Games Academy criado pelo jogador Gabriel “FalleN” Toledo. Não, espera: foi ontem mesmo! E, falando nela, a academia de competidores de Counter-Strike: Global Offensive disputou na madrugada dessa terça-feira (18) as playoffs da RGN Pro Series contra a Cloud 9. E, para a surpresa de muitos, o time brasileiro deu muito trabalho para os norte-americanos, com direito à uma jogada incrível do ciberatleta Henrique “hen1” Teles.

As duas equipes disputavam a penúltima rodada em “de_dust2”. O placar era de 15 a 14 em favor aos brasileiros, e o avanço da Games Academy precisava ser certeiro para evitar o “overtime”. A situação começou ruim: os terroristas perderam três integrantes já nos primeiros segundos, forçando uma rotação por parte dos sobreviventes. No controle da AWP, hen1 foi abrindo ângulos para avançar pelo fundo do mapa, matando um por um os membros da Cloud 9.

Ao fim, ele precisou plantar a bomba numa situação extremamente tensa, mas conseguiu matar o último integrante do time inimigo e realizar um “ace” incrível para fechar a primeira vitória da Games Academy.

A jogada você pode conferir logo acima, retirada da transmissão oficial do evento. Apesar de tudo, o time não conseguiu concluir a vitória em um segundo mapa, deixando que a Cloud 9 avançasse pela Winner Bracket do evento.

Agora, na repescagem, a Games Academy enfrenta os norte-americanos da Winterfox às 16 horas. Os brasileiros da Luminosity Gaming também estão presentes no evento, fechando uma vitória de dois a zero sobre a Enemy e enfrentando a Team Liquid às 17 horas.

Você confere a transmissão oficial do evento logo abaixo, em português.

Quem aí está na torcida pelos brasileiros?

Qual a jogada mais louca que você já viu em CS? Comente no Fórum do TecMundo Games

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.