Bungie esclarece controvérsia relacionada a expansões de Destiny

Bungie esclarece controvérsia relacionada a expansões de Destiny

Último Vídeo

Durante o último fim de semana, jogadores de Destiny descobriram graças a um bug referências a diversos conteúdos extras que a Bungie supostamente teria escondido dentro do game. Ao escolher determinadas áreas do mapa, surgiam mensagens como “exigências não atendidas” e “expansão necessária”, o que levou muitos a suspeitarem que a empresa havia escondido DLCs dentro do disco do FPS.

Em um comunicado oficial, a desenvolvedora reconhece a existência da situação e descreveu detalhes de seus planos futuros. “Notamos que vocês perceberam que já temos planos para os próximos pacotes de conteúdos de Destiny”, afirmou o estúdio. “Nós temos! Eles já tem nomes de atividades (que podem ou não mudar) e temos uma boa ideia do que elas vão conter. Elas já tem até referências no Director, como vocês já descobriram.”

“Mas nenhum dos pacotes de expansão que anunciamos está finalizado”, complementa a Bungie. “Estamos trabalhando duro para completar os conteúdos de nosso primeiro pacote pós-lançamento, ‘The Dark Below’, conforme digito essas palavras. Isso vai ser finalizado em breve e lançado em dezembro. Em breve, vamos detalhá-lo para que você saiba exatamente no que estamos trabalhando”, explica a publicação.

Segundo as descobertas feitas pela comunidade de jogadores, tanto o pacote The Dark Below quanto o vindouro House of Wolves vão incluir quatro novas missões de história, dois strikes e uma raid totalmente novas. Outros conteúdos, como a presença de equipamentos com características novas, não foram mencionados nos documentos encontrados até o momento.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.