Voxel

Cada PS4 custa US$ 381 para a Sony, aponta relatório

Último Vídeo
Fonte da imagem: Reprodução/AllThingsD


Enquanto a Sony Brasil diz estar perdendo dinheiro ao lançar o PS4 por R$ 4 mil no país, a divisão internacional da empresa pode estar tirando um pequeno lucro de cada console vendido lá fora — mesmo que bastante irrisória.

De acordo com o site AllThingsD, a empresa IHS desmontou o aparelho e fez um levantamento com o valor de cada uma de suas peças, chegando à conclusão de que, somando o preço dos materiais e de mão de obra, o PlayStation 4 deve custar à Sony uma média de US$ 381 por unidade, ou seja, US$ 18 mais barato que o total repassado ao consumidor.

Pode parecer pouca coisa, mas é bem melhor do que a realidade que ela encarou durante o lançamento do PS3. Na época, cada aparelho custava US$ 805 à fabricante, que vendia o sistema por US$ 599, representando um prejuízo de US$ 206 a cada peça comercializada.

Ainda de acordo com o relatório, mais da metade do preço do PS4 corresponde aos chips utilizados em sua montagem. O mais notável deles, segundo a IHS, é o processador AMD de US$ 100 que se destaca exatamente por seu tamanho exageradamente grande. Para o analista da companhia, Andrew Rassweiler, a peça de 350 mm² é quase três vezes maior que os demais componentes do gênero.

No entanto, ele aponta que nem sempre tamanho representa qualidade, já que uma área maior pode aumentar as chances de algum tipo de defeito de fabricação — seria essa uma das razões das cores da morte?

Por fim, Rassweiler afirma que, apesar de os cálculos apontarem um saldo positivo para a Sony, ele duvida que isso represente um lucro real para a empresa, já que a pequena diferença entre preço de montagem e de venda deve ser usada para compensar as perdas em outras frentes, como acessórios e jogos.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.