Call of Duty Black Ops 4 deve mudar esquema de balística dos combates
49
Compartilhamentos

Call of Duty Black Ops 4 deve mudar esquema de balística dos combates

Último Vídeo

Call of Duty: Black Ops 4 pode ser o game mais inovador, por bem ou por mal, da franquia de tiro da Activision. Com um foco praticamente todo em combate multiplayer, algumas modificações no sistema de armas e como elas reagem durante os combates já estão em ação durante o beta do game.

De acordo com o game designer da Treyarch, Tony Flame, essa mudança no foco das partidas, principalmente por causa da inclusão do modo Blackout, ajudou a empresa a retrabalhar alguns elementos das armas para tornar o gameplay mais interessante. A primeira mudança foi no recuo das armas, sendo que cada uma deve reagir de maneira diferente aos tiros e frequência deles, além de permitir ao jogador tentar diminuir o coice depois de atirar.

Outra mudança está relacionada à balística. Em outros games da série, ao mirar em um alvo, você o acerta imediatamente após apertar o gatilho. Com o novo sistema de balística, a bala terá um tempo até acertar onde você mirou. Por causa disso, a chance de acertar e causar o mesmo dano pode variar.

Flame dá como exemplo submetralhadoras, que alguns jogadores mais habilidosos conseguiam usar com certa facilidade até mesmo em grandes distâncias. Utilizando o sistema de balística, isso se torna um pouco mais difícil em BLOPS 4, fazendo com que esse tipo de arma seja usado da maneira como foi imaginada, em combates de curto e médio alcance.

 

De acordo com Flame, esse sistema foi introduzido para tornar os encontros no modo Blackout, que conta com um mapa gigantesco, ficarem mais equilibrados, ainda que isso acaba tornando tudo um verdadeiro paraíso para aqueles que gostam de jogar como snipers.

O beta fechado de Call of Duty: Black Ops 4 está acontecendo no momento, mas os jogadores podem aproveitar o game quando ele for lançado para PC, PS4 e Xbox One no dia 12 de outubro.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários