Voxel
95
Compartilhamentos

Câmera do PlayStation 4 pode ser vendida separadamente

Último Vídeo

Fonte da imagem: Divulgação/Sony

Informações obtidas pelo site IGN dão conta que a Sony teria removido a câmera do pacote básico do PlayStation 4, de forma a reduzir o preço final do console. Os varejistas americanos já teriam sido informados sobre a mudança, mas não sobre o valor em si, que foi uma das grandes revelações da marca durante a E3 2013.

O preço original do console seria US$ 499, cerca de R$ 1090, e exatamente o mesmo do Xbox One. Sendo assim, uma medida rápida para redução de custos teve de ser implementada, mas de maneira a impedir vazamentos para a Microsoft. Assim, a Sony informou aos lojistas sobre a remoção do aparelho mas não sobre a modificação na tabela.

O periférico, então, se transforma em acessório e boa parte das funções previstas para ele podem acabar não sendo utilizadas pela maioria dos usuários. É o caso, por exemplo, da detecção do LED colorido na traseira do controle – que agora adquire ares apenas estéticos – para identificar a posição dos jogadores durante as partidas.

O IGN especula ainda que a mudança pode tornar o suporte ao novo PlayStation Eye inconsistente e, com o tempo, irrelevante. Como trata-se de um acessório de custo potencialmente alto, a base de usuários pode ser pequena, o que pode acarretar em pouco apoio das desenvolvedoras. Um círculo vicioso que já matou muitos eletrônicos do mercado.

O veículo aponta que quase nenhum dos jogos apresentados para o PlayStation 4 durante a E3 apresentaram suporte ao periférico. Apenas DriveClub e uma demo tecnológica, intitulada Playroom, exibiram as funcionalidades do Eye. A Sony, por enquanto, não se pronunciou sobre o assunto.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.