Voxel

Cancelamento de Titan Quest 2 é culpa de Kingdoms of Amalur: Reckoning

Último Vídeo

Img_normal
Para quem ainda esperava ver a sequência de Titan Quest em breve, eis uma notícia um tanto quanto desanimadora. Em entrevista ao site IncGamers, o ex-funcionário da Iron Lore, Arthur Bruno, afirmou que a sequência nunca existiu por conta de Kingdoms of Amalur: Reckoning.

Segundo ele, toda a equipe estava na expectativa para produzir uma sequência quando a THQ entrou em contato para afirmar que ela não estava interessada em lançar mais um game exclusivo para PCs, preferindo investir em uma nova franquia multiplataforma. O problema é que, enquanto o estúdio começava o processo de desenvolvimento desse novo título, a distribuidora adquiriu a Big Huge Games, responsável por Amalur.

Bruno explica que o projeto desse RPG de ação em terceira pessoa era uma espécie de mistura entre “Oblivion e Gears of War”, mas que mantinha muitas semelhanças com Kingdoms of Amalur — mesmo com sua estética um pouco mais sombria. Contudo, a THQ decidiu manter o investimento apenas neste último, o que fez com que a Iron Lore não tivesse condições de concluir a produção, obrigando seu cancelamento.

O resultado, no entanto, foi um tanto quanto irônico, uma vez que a distribuidora passou por dificuldades financeiras e se viu obrigada a vender a Big Huge Games — e todos os seus jogos — para a 38 Studios, ficando sem nenhum dos RPGs que ela tanto queria.

Fonte: IncGamers, Strategy Informer, VG247

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.