Voxel

Capcom comemora lançamento de DmC no Brasil com evento em SP

Último Vídeo

Cosplayers trajados como os personagens Dante e Kat (Fonte da imagem: Reprodução/TecMundo Games)

Embora o lançamento americano tenha ocorrido na terça-feira (15), o quinto capítulo da aclamada franquia Devil May Cry só chegou ontem (17) oficialmente às lojas brasileiras. Para comemorar e festejar com os fãs do caçador de demônios mais famoso do mundo dos games, a Capcom realizou um evento privado em São Paulo, que contou inclusive com a participação de Rogério Silva (designer sênior do estúdio Ninja Theory) e Jean Toledo (diretor regional da Capcom do Brasil).

Para combinar com o estilo jovem, alternativo e rebelde do novo Dante, o evento foi celebrado na casa noturna Hot Hot, localizada no centro da capital paulista. Os convidados puderam aproveitar o open bar, tirar fotos com os cosplayers fantasiados como os protagonistas do título, ganhar um visual “demoníaco” na mão de maquiadores oficiais e, claro, jogar muito.

Em um breve discurso, Rogério agradeceu a presença dos fãs e da imprensa, exibindo um trailer exclusivo e comentando sobre a polêmica e radical transformação no visual do personagem Dante.

A "ocidentalização" de Dante

Com muita paciência e bom humor (provavelmente cansado de receber ameaças de morte), o designer explicou que, por ter sido desenvolvido inicialmente por estúdios japoneses, o estilo visual do personagem nos primeiros jogos da série claramente tendeu a herdar traços da cultura oriental. Para exemplificar, Rogério exibiu em um telão uma série de imagens que mostravam o já conhecido estilo dos personagens de animes, mangás e bandas pop/rock nipônicas.

“O que pensamos durante a conceituação do jogo e da arte do personagem é como Dante seria caso estivesse em um filme de Hollywood. Queríamos dar uma cara mais realista ao universo do game, algo mais semelhante ao nosso mundo”, afirma o executivo. Mostrando engraçadas montagens com o personagem original em cenas de filmes famosos (como “Clube da Luta”), Rogério fez o público entender a mensagem: Dante teria que ser “ocidentalizado”, de forma a combinar melhor com essa nova cultura.

Novo Dante em DmC (esq.) e Brad Pitt em "Clube da Luta" (dir.). Faz mais sentido agora?

Para isso, o designer conta que as maiores inspirações de sua equipe foram as características de peças culturais que os jovens ocidentais apreciam, citando e mostrando bandas inglesas independentes, seriados americanos e até mesmo movimentos revolucionários como o grupo Anonymous. “O novo Dante é um jovem de nossa sociedade. Ele se veste e age como um.”

Prologando-se para as partes técnicas do desenvolvimento de DmC, Rogério também demonstrou a tecnologia empregada para a produção das cut-scenes do título. Trata-se do mesmo recurso utilizado no famoso longa-metragem “Avatar”, de James Cameron. Primeiramente são feitas filmagens com atores reais (utilizando de avançados equipamentos para captação dos mais detalhados movimentos e expressões).

Jean Toledo fala sobre a produção do jogo (Fonte da imagem: Reprodução/TecMundo Games)

Em seguida é feito o tratamento em softwares para modelar os personagens em cima dos corpos dos atores e adicionar os efeitos especiais e cenários. Com isso, é possível atingir um nível de realismo absurdo, como é possível conferir em alguns trailers e cenas liberadas pela Ninja Theory.

Um recomeço para o caçador de demônios

No novo DmC: Devil May Cry, o estúdio Ninja Theory realiza um reboot na série e apresenta uma nova origem para a história de Dante, um meio-demônio que acaba de chegar na macabra Limbo City, lugar comandando pelo Rei das Trevas Mundus. Decidido a se vingar de Sparda – guerreiro que o derrotou e tomou controle do inferno há milhares de anos e pai de Dante – Mundos passa a perseguir o jovem com o intuito de matá-lo e dar um fim definitivo à linha sanguínea de seu maior inimigo.

Dante, contudo, acaba por se juntar ao grupo de caçadores denominado somente como “The Order” (A Ordem), no qual também fazem parte o seu irmão Vergil e sua companheira Kat. Tornando-se um caçador, o meio-demônio irá descobrir mais sobre seu próprio passado enquanto luta desesperadamente para sobreviver ao exército de Mundus.

O jogo já está disponível para Playstation 3, Xbox 360 e PC. O preço sugerido nas lojas varejistas é de R$ 199. Confira abaixo mais fotos do evento.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.