Voxel

Capcom: “Em vez de ressuscitar Onimusha e Dino Crisis, preferimos focar em novas PIs”

Último Vídeo

A Capcom declarou que não está muito inclinada a reviver as séries Onimusha e nem Dino Crisis, pois a empresa acredita que é mais importante investir na criação de propriedades intelectuais inéditas do que focar no passado. Masachika Kawata, produtor de Resident Evil: Revelations e que trabalhou em ambas as franquias, afirmou que a publicadora dificilmente ressuscitará algum velho nome para a próxima geração de consoles.

Em uma entrevista ao site Videogamer, o produtor da Capcom não descartou a hipótese que a empresa possa pensar em trazer de volta qualquer uma das antigas propriedades intelectuais da empresa. No entanto, de acordo com Kawata, o foco agora ficará inteiramente por conta da criação de novidades e continuar avançando.

Tanto Onimusha quanto Dino Crisis configuram duas das mais famosas franquias da companhia durante as eras PlayStation e PlayStation 2. Ainda assim, ambas as séries vivem um hiato inexplicavelmente longo, que já beira uma década para o game dos dinossauros, que apareceu pela última vez em 2003.

Já as aventuras do honrado samurai foram vistas pela última vez no Playstation 2 em 2006, com o lançamento de Onimusha: Dawn of Dreams. Mas o título mais aclamado de todos foi o anterior, chamado Onimusha 3: Demon Siege (2004), que contou com a participação mais do que especial do atore Jean Reno.

Planeta perdido

Em tempo, vale salientar que muitas especulações foram levantadas sobre a desenvolvedora Spark Unlimited — responsável pela série Lost Planet — possa estar trabalhando em um novo game da série Onimusha. Entretanto, para a tristeza dos fãs da franquia, descobriu-se que o título em questão se trata de Yaiba: Ninja Gaiden Z, que será um spin-off da série de Ryu Hayabusa com temática de zumbis...

Quem conheceu Onimusha ou Dino Crisis possivelmente adoraria colocar as mãos em versões retrabalhadas dos jogos. Infelizmente, só nos resta esperar por tempo indeterminado.

Fonte: Videogamer

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.