Capcom estende patente do uso da marca Deep Down nos EUA

Capcom estende patente do uso da marca Deep Down nos EUA

Último Vídeo

Deep Down, o impressionante título da Capcom exclusivo para PlayStation 4, faz barulho desde seu anúncio em 2013 — na época, o produtor Yoshinori Ono adiantou que o game usaria o motor Panta Rhei, feito especialmente para o console da Sony.

Desde então, as únicas confirmações sobre o lançamento adiantam que o título será free-to-play e que chegará aos video games japoneses ainda em 2015, em versão Beta, sem confirmação para uma localização focada no Ocidente.

Ainda assim, a Capcom parece não ter desistido de trazer a aventura para cá: a empresa registrou, recentemente, um pedido de extensão do uso da marca nos EUA. Isto significa que a companhia ainda tem planos de utilizar o nome da série no mercado norte-americano, mas que precisa de mais tempo para o planejamento.

Agora, resta esperar um pronunciamento oficial por parte da Capcom. A E3 seria um bom momento para confirmar a chegada do game por aqui.

Futurismo medieval

Deep Down conta uma história que acontece numa versão repaginada de Nova York, no ano de 2094. Os membros de um grupo chamado “Ravens” têm a curiosa habilidade de viajar ao passado por meio da leitura das memórias de objetos — o intuito da gangue é conhecer a verdade através das jornadas temporais.

A tal leitura de memórias, inclusive, será o grande foco do RPG. Um dos pontos que guiam as mecânicas é exatamente a variação de cenário, que fica sujeita às diferentes emoções sentidas pelos personagens durante a troca de memórias.

Mesmo com uma proposta que promete ser um tanto inovadora, Deep Down chama atenção por seus gráficos: o acúmulo de mofo, sujeira e ferrugem em equipamentos será exibido com uma miríade de texturas, como foi confirmado por Ono durante uma entrevista. Outra das garantias é que o jogo rodará em 60 frames por segundo.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.