Voxel

CBLoL 2018 vem para aumentar a competitividade e contar novas histórias

Último Vídeo

O League Of Legends cresceu muito no Brasil ano passado: entre CBLoL, Mid Season Invitational, Rift Rivals e Mundial, foram 11 meses de transmissão e de conteúdo praticamente ininterruptos. A audiência também cresceu. E agora, qual o próximo passo?

cblolFonte: Assessoria Riot Games

As mudanças de formato para 2018 já tinham sido anunciadas – partidas em melhor de 3 na fase de grupos e eliminatórias em escalada –, mas as mudanças vão muito além disso. A estrutura do estúdio mudou, os cenários mudaram, a dinâmica da transmissão vai mudar. Pra esse ano, o CBLoL quer contar novas histórias.

A fase de grupos em melhor de 3 era pedida pelo público já tinha muito tempo, mas só agora a mudança aconteceu. Por que? Segundo Carlos Antunes, gerente de eSports e Publishing da Riot Games, só agora todas as partes – jogadores, times, Riot e o público – tem maturidade e estão consolidadas para aguentar a mudança.

A melhor de 3 aumenta a competitividade da liga, e cada partida é mais importante e desafiadora do que antes, mas isso também traz outras mudanças, principalmente em relação a duração da transmissão.

Se antes aconteciam no máximo quatro partidas por dia, agora poderemos ter seis, o que cria necessidade de mais conteúdo e de uma transmissão mais dinâmica – afinal, o público vai dedicar mais do seu tempo para o CBLoL, e precisa de uma experiência a altura.

Com isso, vieram as mudanças no estúdio, tanto no backstage quanto no que o público vê. Para os jogadores, 4 salas “ready rooms”, com 6 posições cada, já pensando na presença mais ativa dos reservas. A sala de imprensa também está maior, bem como a área para o staff das equipes. Na transmissão, é bom o publico se preparar, porque muita coisa vai mudar.

cblolFonte: Assessoria Riot Games

A identidade visual está muito diferente, mais “classuda” do que antes. O estúdio está maior, com áreas separadas para os jogos, a apresentação, analise e dois ambientes que ainda estavam escondidos, mas que provavelmente são os cenários dos programas Depois do Nexus e League News.

Na parte aonde acontecem as partidas, a diferença é que não existe mais uma parede entre os jogadores, e as duas bancadas ficam lado a lado – vai ser interessante ver como os jogadores vão se comportar estando quase cara a cara com os rivais.

cblolFonte: Assessoria Riot Games

Na apresentação, uma mudança grande - não teremos mais bancada e os casters vão ficar todos de pé, para dar o dinamismo que a transmissão mais longa pede. E em cima de tudo isso, vem a vontade da Riot de criar novas histórias para o CBLoL – novos programas na transmissão, novos formatos, participações, narração com estrutura diferente. Claro que tudo isso só será revelado na íntegra no sábado, dia 20, quando o CBLoL começa.

Depois de 3 anos de transmissões com o mesmo formato, era hora de uma mudança. Eu mesmo, que sempre fui fã do CBLoL, estava desanimada com o torneio em 2017. Pra esse ano, estou animada pra ver tudo isso em ação - o aumento da competitividade, o peso maior de cada jogo, o novo cenário e a nova dinamica da transmissão com certeza serão bem vindos. Estou empolgada pra essa temporada como nunca estive antes. Quem sabe, esse ano, teremos realmente o CBLoL mais disputado de todos os tempos.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.