CEO da Sony explica parceria com a Microsoft para usar os serviços do Azure

CEO da Sony explica parceria com a Microsoft para usar os serviços do Azure

Último Vídeo

Durante o Investors Relations 2019 promovido pela Sony — que contou com uma exibição dos tempos de loading do PlayStation 5 —, o CEO e presidente da companhia, Kenichiro Yoshida, explicou em mais detalhes a recente parceria com a Microsoft. Anunciada na semana passada, ela prevê que a empresa vai usar a infraestrutura do Azure para criar suas experiências de jogatina por streaming futuras.

Sony Microsoft

“Estivemos trabalhando com serviços de streaming nos últimos e há vários aspectos difíceis. A latência de rede, por exemplo. Posso citar alguns exemplos: o meio típico de minimizar a latência é colocar os servidores nos cantos mais próximos de nós, mas movê-los para mais perto de um usuário pode significar um aumento de latência para outros”, explicou Yoshida.

Segundo o CEO, a parceria com a Microsoft vai permitir lidar com diversas soluções para resolver problemas do tipo. “Nosso serviço usa o sistema de assinaturas agora, mas dependendo do game, ele pode ser jogado por 50 ou 100 horas e, para alguém jogando um game assim, qual é a vantagem de um sistema de assinatura mensal, do tipo ‘tudo que você pode jogar?’”.

Consoles são um nicho

Kenichiro Yoshida deixou claro que, embora a estratégia da Sony atualmente inclua consoles de mesa nos moldes tradicionais, é preciso prestar atenção a tendências futuras. Nesse sentido, o streaming de conteúdos — que continuará sendo trabalhado em paralelo dentro da empresa — pode se mostrar a solução para atingir um público maior.

Sony Microsoft

“Se você ver a indústria de games como um todo, o mercado de consoles não é um dos maiores, mas pode ser considerado um mercado de nicho. Mas para os jogadores core, as experiências imersivas são algo que gostamos de valorizar. Nesse aspecto, por enquanto, os consoles como algo que trazem funcionalidades de computação para os usuários é algo muito importante, mas, por outro lado, a tecnologia vai progredir”, afirmou o executivo.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários