CEO da Twitch riu ao receber denúncias de abusos na plataforma

CEO da Twitch riu ao receber denúncias de abusos na plataforma

Último Vídeo

Emmett Shear, o CEO da Twitch, protagonizou uma grande polêmica ao ser acusado publicamente de rir das denúncias de abusos que acontecem em sua popular plataforma de streaming. O assunto ganhou notoriedade após uma postagem feita pela streamer musical Starling, que você pode conferir a seguir:



"Estou cansada de ficar quieta. O CEO da Twitch, @eshear, foi questionado em reunião com funcionários e acionistas sobre parceiros que usam suas plataformas para abusar de mulheres, especificamente usando meu caso como exemplo. Ele riu e fez pouco caso dizendo 'uau, as coisas que acontecem por aqui. Não posso realmente comentar', e então tocou sua vida."

O encontro citado foi gravado mais de um ano atrás, e nenhum comentário ou ação enérgica foi tomado desde então. "Ele nem tocou no assunto mais", lamentou Starling. "É assim que funciona na Twitch. Varrem tudo que é feio para debaixo do tapete em busca de lucro".

Ainda neste fio no Twitter, outras mulheres compartilharam suas narrativas e encorparam a demanda que Starling, que teve um vídeo íntimo divulgado na Twitch por seu ex-namorado após o fim do namoro. Em resposta, a plataforma soltou hoje um comunicado oficial em seu Twitter: 



"Nós levamos as acusações de abuso sexual muito à sério. Estamos ativamente checando as contas de afiliados e trabalhamos com a Lei onde for aplicável. Somos gratos pela coragem de todos que apareceram para falar de suas experiências, e estamos comprometidos a tornar a comunidade um lugar seguro para todos."

Uma postagem no Medium continua reunindo narrativas de vítimas em potencial e sendo atualizada agora mesmo. Você considera a Twitch uma plataforma segura e ativa no combate aos crimes virtuais? Comente a seguir!

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários