Voxel

CNB respira, KaBuM é líder invicta e INTZ segue drama sem vitória

Último Vídeo

A semana 3 do CBLoL tinha ares de provação para muitas equipes. A KaBuM queria provar todo o seu potencial, tirando a desconfiança de estar invicta apenas por ter enfrentado equipes instáveis. A CNB precisava da vitória para respirar no campeonato, mesmo caso da INTZ. Já a Vivo Keyd queria afastar o fantasma da derrota e provar para a sua torcida que o revés foi apenas um susto.

Com “Robo” jogando no meio, a CNB teve outra postura e conseguiu colocar a paiN na “roda”. Mesmo não estando acostumado à rota  nas palavras do próprio  o ex toplaner conseguiu segurar muito bem seu adversário direto, “TinOwns”, e comandou a primeira vitória dos blumers no CBLoL.

O segundo jogo do sábado contou com o embate entre Vivo Keyd e Team One; os golden boys mostraram um jogo muito apático, sem personalidade. Ao contrário da VK, que contou com uma bela atuação da sua dupla na rota interior; “micaO’ e “Jockster” brilharam e garantiram a vitória para a sua equipe.

As invictas KaBuM e Red Canids Corinthians abriram o domingo de jogos para descobrir quem assumiria a liderança isolada do campeonato. A KBM se provou uma das favoritas, vencendo a Red sem muito esforço. O tão falado “básico” foi feito com maestria pela equipe de Limeira, que vai passar o feriado de Carnaval líder. Encerrando a terceira rodada, a ProGaming instaurou o caos nos intrépidos com seu estilo agressivo e cheio de lutas. A INTZ amarga a última colocação com três derrotas, e o sinal de alerta pisca forte para a equipe.

CNB e-Sports Club x paiN Gaming

Precisando vencer de qualquer maneira, a CNB fez mudanças na sua escalação após “Rakin” ir para a reserva. Antigo jogador da rota do topo, “Robo” entrou em seu lugar, e “Yampi” o substituiu na rota superior. Surpreendentemente, o antigo problema de “falta de referência” foi sanado com as substituições. Mesmo com um começo difícil na primeira partida, “Robo” conseguiu comandar a vitória dos blumers com seu Corki. A segunda partida entre as equipes foi confusa, com muitas decisões contestáveis; a paiN chegou a ficar 7 mil de ouro à frente, mas conseguiu perdê-la com inúmeras lutas desnecessárias. Mas graças a uma tentativa de barão mal executada pelo adversário, a PNG venceu uma luta, realizou o bônus e empatou a série.

Repetindo a estratégia com dois atiradores, a CNB alcançou sua primeira vitória no CBLoL. Sendo dominante desde o começo da partida, mesmo perdendo a primeira torre, os blumers responderam com abate e um dragão da montanha. A paiN não conseguia responder às rotações, mesmo tendo um Tahm Kench. Quando se utilizaram dessa mecânica, tanto o suporte “Loop” quanto o atirador “Matsukaze” foram eliminados, evidenciando a confusão na comunicação. 

Vivo Keyd x Team One e-Sports

Os golden boys não conseguiram colocar seu ritmo de jogo, com escolhas um tanto peculiares  como Sion no topo na mão de “VVert” e Ezreal sem Cleptomancia para “Lactea”. Já a Keyd fez um jogo “liso”, sempre controlando muito bem a selva inimiga, não deixando “4LaN” com seu famoso Olaf jogar.

A TOne não se encontrou para a segunda partida; ainda mantendo prioridade do Sion para “VVert”, a escolha não se pagou. Os golden boys também optaram por deixar Kalista aberta, e isso custou caro  um quadra kill do “micaO’, para ser mais exato. A dupla da rota inferior do exódia foi destaque, oprimindo seus adversários desde o princípio e garantindo a vitória para a Keyd.

Vivo Keyd

KaBuM e-Sports x Red Canids Corinthians

A tão esperada partida para decidir a liderança do CBLoL tinha ares de “Davi contra Golias”. A KaBuM, recente campeã do circuito desafiante, enfrentaria a toda-poderosa Red, que contou com várias contratações, inclusive dos tão “hypados” coreanos. A equipe de Limeira não levou isso em consideração e atropelou os cotados favoritos. “Ranger” manteve sua agressividade na selva e não deu paz para a matilha com seu Kha’Zix, ao contrário de “Winged”. O caçador coreano não conseguiu se mostrar no jogo; fora o first blood na rota inferior, seu Lee Sin passou o jogo apagado.

Para a segunda partida, a equipe da Red Canids resolveu substituir “Winged” por “Nappon”, mas a entrada do caçador brasileiro não facilitou as coisas para a matilha. Em uma rodada ainda mais apática, os lobos estavam mais de 6 mil de ouro atrás em 20 minutos.

Com uma partida rápida, a KaBuM provou que é, sim, a equipe a ser batida atualmente no CBLoL.

Kabum

ProGaming Esports x INTZ e-Sports Club

A INTZ precisava vencer para dar fim à má fase e não amargar a última colocação no campeonato; para isso, apostou suas fichas em “Ayel” e sua capacidade de split. A estratégia funcionou bem grande parte do tempo; enquanto a PRG forçava lutas e objetivos, seu Yorick conseguia limpar a rota e destruir um inibidor. Mas como apenas “um Ayel não faz verão”, a estratégia não durou muito por conta das várias lutas que a ProGamng forçava, fazendo com que os intrépidos desistissem do split push. Tendo apenas “Ayel” muito forte, a INTZ sucumbiu à pressão da PRG.

Os intrépidos voltaram melhor para a segunda rodada, conseguindo pressionar muito bem e abrindo vantagem em ouro e torres, mas toda essa organização não é transmitida para as lutas, o que a PRG faz muito bem, e foi onde a equipe conseguiu voltar para a partida. A INTZ não se parecia em nada com aquele time que venceu a Superliga, totalmente perdido e sem foco.

classificação

As equipes terão uma semana de descanso por conta da pausa para o Carnaval. Confira as datas dos próximos jogos do CBLoL:

Sábado, 17/02

13h  Vivo Keyd x paiN Gaming

Logo após  KaBuM e-Sports x ProGaming Esports

Domingo, 18/02

13h — Team One x Red Canids Corinthians

Logo após — INTZ e-Sports Club x CNB e-Sports Club

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.