Voxel

CoD: Black Ops: problemas com atualização e recorde de vendas

Último Vídeo

Img_normal

A Treyarch lançou, na terça-feira, a nova atualização de Call of Duty: Black Ops. De acordo com a empresa, o download seria capaz de resolver uma série de bugs com a utilização de certos itens, além de melhorar o multiplier de headshot com o rifle sniper e corrigir alguns problemas de conectividade com as redes online dos consoles.

De acordo com os jogadores, porém, os problemas não foram corrigidos e, pelo contrário, alguns até pioraram. Há relatos sobre dificuldades para conexão, quedas repentinas de jogadores e travamentos inexplicáveis durante partidas online.

Segundo alguns fãs, deletar o save do game feito antes das correções seria capaz de resolver o problema, mas acarretaria em perda do progresso realizado no modo offline. De acordo com os descobridores da façanha, isso acontece porque o patch é aplicado sobre os jogos salvos e não sobre os arquivos de Black Ops instalados no HD do console.

A Treyarch se pronunciou sobre o assunto, aconselhando aos jogadores a não deletarem os saves do game. De acordo com a empresa, o método não seria capaz de resolver os problemas apontados. Na ocasião, o estúdio ainda informou que sempre leva em conta a opinião dos fãs de Call of Duty, e que levará esse retorno em conta durante a produção de DLCs para o jogo.

Recorde de vendas

Após acumular recordes de vendas na primeira semana e de arrecadação em dinheiro, Call of Duty: Black Ops assumiu o posto de 7º game mais vendido na história americana, de acordo com dados da NPD. Em novembro, o game chegou à marca de 8,4 milhões de unidades comercializadas.

O total é dividido em 4,9 milhões para Xbox 360, 3,1 mi no PlayStation 3 e 400 mil unidades no Wii. Em comparação, a versão anterior, Modern Warfare 2, atingiu a marca de seis milhões de cópias no primeiro mês nas lojas.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.