CoD: Modern Warfare tem 'revisão histórica' e põe Rússia em ataque a civis

CoD: Modern Warfare tem 'revisão histórica' e põe Rússia em ataque a civis

Último Vídeo

O novo Call of Duty: Modern Warfare traz alguns pontos da campanha baseada em fatos reais acontecidos na Primeira Guerra do Golfo em 1991. Porém, um ataque realizado pelos Estados Unidos contra civis desarmados teve sua história alterada — no CoD a culpa será da Rússia. No Kuwait existiam estradas que eram consideradas pontos-chave estratégicos para o conflito, como a Autoestrada 80 e a Autoestrada 8, que ligavam o país ao Iraque e eram conhecidas como As Autoestradas da Morte.

Um ataque específico dos EUA aconteceu em fevereiro de 91 nas Autoestradas da Morte, matando mais de 350 pessoas — em que foi confirmado que estavam desarmados e rendidos. Há informações de que mulheres e crianças estavam entre as vítimas.

Já no novo CoD a história é um pouco diferente, uma vez que mostra uma cena de um ataque russo nas Autoestradas da Morte matando civis inocentes. "Os russos a bombardearam durante a invasão, matando as pessoas que tentavam escapar", diz um dos personagens da trama principal do jogo.

Apesar da campanha não ser inteiramente baseada em fatos reais — grande parte dela se passa em um país fictício —, a história inclui ataques terroristas em Londres e diversas outras regiões do mundo real. Na semana passada, a Sony confirmou que o CoD não será vendido na PS4 PlayStation Store na Rússia.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários