Compositor da trilha sonora de GTA V morre aos 70 anos

Compositor da trilha sonora de GTA V morre aos 70 anos

Último Vídeo

Edgar Froese, fundador da banda Tangerine Dream (uma das pioneiras no estilo eletrônico) e um dos compositores da trilha original de Grant Theft Auto 5, morreu na última terça-feira (20). A Rockstar, desenvolvedora do jogo, prestou uma homenagem em sua página oficial, assim que a notícia se espalhou no fim de semana.

O lendário compositor esteve à frente do Tagerine Dream durante mais de 40 anos e deixou mais de uma centena de discos produzidos. A banda de Froese está intimamente associada à ascensão da música eletrônica na década de 70 e 80.

Edgar e o Tangerine Dream estão creditados (junto com outros três responsáveis) nas 22 faixas originais que acompanham o hit GTA V. “Um verdadeiro ícone da música, seu trabalho se expandiu durante seis décadas”, disse a Rockstar. “Ele era uma imensa inspiração para nós e estamos honrados por ter trabalhado com ele em GTA 5”, complementa a empresa.

Tangerine Dream e o som psicodélico dos anos 60

Quando foi fundada em 1967, o Tangerine Dream se inspirou principalmente nos atos psicodélicos da década de 60 e nos sintetizadores eletrônicos que estavam em voga na época. Com uma de suas primeiras bandas, o artista tocou na casa de Salvador Dali e teve a oportunidade de conhecer o pintor pessoalmente.

O encontro mudou a forma como Froese lidava com a música e tornou seu trabalho ainda mais experimental –, afinal, Dali é o mestre do surrealismo e das coisas estranhas. Abaixo, você confere uma das músicas compostas pelo Tangerine Dream para GTA 5.

Em entrevista concedida ao Los Angeles Times, Jack Hotop, gerente sênior de vocalização da KORG USA, disse que a sensação é como a de um tapete que acaba de ser puxado sob seus pés. “É uma grande perda para a comunidade dos sintetizadores e da música eletrônica. Edgar e sua banda tinham um som único e diferente de todo o resto que surgiu na época”, conclui.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.