Voxel

Conheça a história e os personagens de Ryse: Son of Rome

Último Vídeo


Considerado um dos jogos mais controversos e divisor de opiniões da última E3, Ryse: Son of Rome acaba de ganhar uma tonelada de detalhes para animar aqueles que não veem a hora de se transformar num soldado romano. Durante a apresentação da Microsoft durante a San Diego Comic-Con, a Crytek revelou vários detalhes sobre os personagens e o enredo de seu primeiro título para o Xbox One.

Conforme apresentado pela empresa, a trama seguirá uma linha bem simples e, de certo modo, clichê. Os jogadores deverão controlar Marius Titus, um jovem soldado que dedica sua vida ao Império na tentativa de vingar a morte de sua família pelas mãos de bárbaros bretões. É a partir disso que acompanhamos sua saga e sua ascensão dentro da hierarquia bélica romana.


No entanto, a Crytek ainda apontou que Marius não será o típico guerreiro que apenas sai matando tudo o que aparecer em seu caminho. Ao mesmo tempo em que ele avança contra as horas bárbaras, o soldado se dá conta de que o maior inimigo de Roma está fora dos campos de batalha, mas dentro de seu próprio governo — o que deve tornar o enredo um pouco mais profundo.

Além disso, o estúdio revelou detalhes de outros personagens. São eles:

Vitallion: um general experiente que age como um mentor para Marius dentro do exército. Mais do que ensinar ao soldado a arte da guerra, é ele o responsável por fazer com que o protagonista questione até que ponto sua devoção pelo Império deve ir e o que é correto dentro do campo de batalha.


Nero: o famoso imperador romano dará as caras em Ryse: Son of Rome e mostrará até que ponto sua sede por poder poderá arruinar séculos de conquistas. Sentindo-se constantemente ameaçado, é o típico louco que elimina todos aqueles que contrariam sua autoridade. Será que veremos o famoso incêndio no game?

Commodus e Basillius: filhos de Nero que são promovidos a grandes cargos devido à sua ascendência — mostrando que nepotismo é uma praga bem antiga. Ambos são tão loucos quanto o pai, principalmente Commodus, que governa a Bretanha como se fosse um deus e trata a todos como brinquedos. É brutal e violento.

E seu irmão Basillius é ainda pior. Senhor de um harém e cercado de escravos, ele se entretém no Coliseu enquanto assiste as lutas mortais entre gladiadores.


Oswald: rei de Bretanha. Benevolente, tenta impedir o avanço dos romanos, mas percebe que todo esforço é inútil. Diante disso, se rende diante do Império na tentativa de poupar a vida de seu povo — uma inocência que todos sabemos que nunca dá certo.

Boudica: filha de Oswald que, ao contrário do pai, alimenta um ódio por Roma e tenta levantar seu povo contra a opressão e a violência do Império. Aposto que vai se tornar o interesse romântico de Marius.

Glott: líder do exército bárbaro e descrito como alguém que é mais fera do que humano. Essa sua fúria é tão forte que ele não distingue inimigos entre romanos e bretões.


Spirit Gods: um espírito imortal que acompanha o desenvolvimento da humanidade e que vai ajudar Marius em sua jornada e, de quebra, tentar destruir o Império Romano.

Além disso, a Crytek liberou várias imagens do game, mostrando principalmente os personagens. Como é muito difícil identificá-los por baixo das armaduras, a diferenciação fica por conta dos detalhes do elmo. Assim, em vermelho temos Marius e Vitallion aparece com a coloração marrom. O louco Commodus vem em roxo.

Antecipando a experiência em quadrinhos

Clique na imagem para acessar o quadrinho
Por fim, a Microsoft liberou também uma história em quadrinhos inspirada no game que pode ser lida gratuitamente em seu site oficial. Batizada de Sword of Damocles, a história aprofunda o universo do game e ainda libera conteúdo para sua campanha.

O único problema é que, aparentemente, o material não está disponível no Brasil. Por mais que seja possível acessar o link, não é possível conferir as páginas de maneira correta. Se alguém conseguir resolver esse problema, por favor, nos avise.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.