Conheça a camada secreta da arte de Uncharted 4

Conheça a camada secreta da arte de Uncharted 4

Último Vídeo

Em um artigo da Game Informer, a produtora Naughty Dog falou sobre alguns segredinhos que estão escondidos na arte que compõe Uncharted 4: A Thief's End, jogo exclusivo para PlayStation 4 previsto para sair até o final do ano. Os cenários dentro do game não são apenas bonitos, mas possuem mais significados que você possa imaginar.

Na demonstração vista na PlayStation Experience, Nathan Drake acorda em um ponto de Madagascar depois de seu navio se acidentar. "Ele foi separado de seu irmão (Sam)", disse o diretor Bruce Straley. "Há uma sensação de perda e desespero. Talvez ele tenha algumas coisas em sua consciência acerca das escolhas que fez".

Durante a demonstração, o estado emocional de Nathan Drake está estampado visualmente no cenário. As rochas são afiadas e angulares, fazendo uma reflexão dos sentimentos do personagem naquele momento, de acordo com Straley. "A iluminação de quando você sai da caverna é escura e azul para transmitir uma sensação de depressão. A angularidade das rochas dá um senso de tensão. Nos penhascos, você vai perceber um monte de bordas inclinadas para dar uma sensação de desequilíbrio", explica.

A iluminação do cenário é o reflexo do estado emocional do personagem, segundo a Naughty Dog

Nada é por acaso

Você pode achar que o fato de a roupa de Nathan ser azul foi uma decisão arbitrária, mas ela foi cuidadosamente escolhida pelos artistas e roteiristas da Naughty Dog para expressar o conflito emocional. À medida que o protagonista se aprofunda em sua incursão na floresta, a atmosfera fica mais leve quando ele encontra um item que vai lhe ajudar na aventura.

Trata-se de um pitão, uma espécie de gancho usado para escalar. Esse item aparece iluminado por um feixe de luz do sol, que ao mesmo tempo prende a atenção para o local e também dá pistas sobre as emoções de Nathan naquele momento. Com o equipamento, ele pode acessar novas áreas mais claras, indicando um ganho de confiança e de paz.

Quando o personagem encontra um grupo de mercenários que estão atrás dele, o tom muda novamente e fica mais vivo e transparente, refletindo a tensão e a adrenalina do perigo. A demo termina com Nathan encontrando seu irmão embaixo de uma árvore, e a sombra parece indicar que a confiança do protagonista em relação a Sam não é completa.

Cena do encontra entre Sam e Nathan

Roteirização pelas cores

Segundo a Naughty Dog, essa técnica se chama color scripting e está sendo usada desde o primeiro Uncharted. "Nossa primeira tentativa foi na Floresta Amazônica no começo do jogo com Sully e Nathan juntos. Todas as rochas e folhas eram arredondadas. A luz era quente", explica Straley. "Então, acontece o acidente de avião na ilha. Você pode perceber que todas as folhas são mais recortadas e há um tom azul-esverdeado no cenário. Isso foi uma tentativa amadora, a nossa primeira incursão".

Um problema nessa técnica é que manipular a iluminação desse jeito pode prejudicar a "leitura" da fase, escondendo detalhes importantes para navegar pelo território. "Um dos desafios de fazer um ambiente de selva é a concentração de ruído visual – camadas de ramos, arbustos, galhos, videiras, rochas etc.", diz o artista Adam Littledale.

"É o trabalho do artista tentar organizar esses elementos em uma composição visualmente agradável, de forma que os olhos do jogador passem por esse espaço,(sem) ao mesmo tempo em que reconhecem a paisagem – tudo isso mantendo a legibilidade dos objetos individuais. A iluminação tem um grande papel nisso, mas as sombras oferecem áreas de descanso ou oportunidades para isolar um foco", explica.

Agora que você sabe sobre o color scripting, preste atenção ao jogar os games da série Uncharted ou The Last of Us. Tente reparar como o cenário e a iluminação estão conectados com as emoções dos personagens e suas transições. E aguardemos como será o resultado final de Uncharted 4: A Thief’s End, um dos jogos mais esperados do PlayStation 4.

Montagem da Game Informer mostra variação da iluminação na demo de Uncharted 4

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.