Conheça alguns dos melhores projetos criados por jogadores no Project Spark

Conheça alguns dos melhores projetos criados por jogadores no Project Spark

Último Vídeo

Com o lançamento do Xbox One, a Microsoft apostou não só nas empresas para a criação de novos games para o console, disponibilizando uma ferramenta de criação de jogos para o usuário comum.

Chamada de Project Spark, o programa foi liberado no Windows 8 e teve um Open Beta disponibilizado para os donos do Xbox One recentemente. Nós realizamos a prévia da versão de PCs da ferramenta, mostrando todo o seu potencial. Você pode ler o artigo clicando aqui.

Agora, é chegada a hora de reunirmos os melhores projetos criados por jogadores até o momento dentro do Project Spark. Uma lista criada pelo site da revista oficial do Xbox conseguiu mostrar uma boa variedade de títulos para a plataforma. Será que já é possível afirmar que a ferramenta é um sucesso?

1) Anti Smasher

Anti Smasher é um jogo de raciocínio em que você deve fazer com que dois quadrados entrem em colisão para poder passar de fase. Apesar de ter um conceito extremamente simples, a construção dos estágios e a maneira como você movimenta os objetos é bem interessante.

Como o vídeo acima mostra, o game conta com música própria, algo permitido dentro do Project Spark. Mesmo sem ter gráficos incríveis ou um conceito mirabolante, Anti Smasher parece um projeto bem feito e que demonstra um pouco das possibilidades para puzzles do Project Spark.

2) Dakotris 2.0

Como era de se esperar, nem todo mundo que aprendeu a mexer no Project Spark é alguém com uma mente criativa para jogos. Mesmo assim, a recriação de conceitos e gêneros conhecidos não deixa de ser interessante. É por isso que Dakotris tem lugar nesta lista.

Como o nome já dá a deixa e o vídeo não permite omitir, Dakotris 2.0 é um clone de Tetris com um gráfico melhorado. Tudo funciona como deveria e, novamente, é possível ver o quão fácil um jogo pode ser reproduzido no Project Spark.

3) Pinball Raid 2

Jogos de Pinball podem não fazer a cabeça de todo mundo, mas não deixa de ser interessante ver que você pode criar o seu game do zero, montando uma mesa particular, através do Project Spark.

No vídeo acima, é possível notar como a bola trabalha com a física proporcionada pela engine da ferramenta.

4) Colour

Apesar de ser longe de um game interativo, em Colour você controla o que parece ser um lápis, passeando por cenários de visual abstrato. A disposição de cores e a construção dos estágios são o ponto alto do jogo.

5) Slender

Se você tem um PC e joga games de terror, certamente já jogou alguns minutos de Slender. Recriado dentro do Project Spark, o título ganha um tom medieval, graças aos itens disponibilizados na versão Beta da ferramenta, mas é interessante ver como funciona a criação de jogos de ação em primeira pessoa e como eles se comportam.

6) Blaze Jumper

Blaze Jumper é um jogo de ação em plataforma que coloca o jogador no controle de um ágil herói. O seu objetivo é fechar o cenário no menor tempo possível.

Trazendo um pouco de parkour (isso mesmo!) e um estilo de jogo parecido com games como Super Meat Boy, Blaze Jumper é um dos títulos mais impressionantes que já saíram do Project Spark, simplesmente porque ele poderia ser comercializado por aí sem problema algum e várias pessoas o comprariam sem pensar duas vezes.

É válido mencionar que a lista não condiz que a opinião de todas as pessoas que já testaram o Project Spark e, com a liberação da ferramenta para um número maior de jogadores, a tendência é de que jogos ainda melhores sejam criados.

O que você achou? Já conseguiu testar a ferramenta e criar algum game com ela?

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.